Suécia

O Reino da Suécia (em sueco: Konungariket Sverige) é um país independente localizado ao norte da Europa, com um território de 449,964 km², um pouco maior que os estados de São Paulo e Paraná combinados. Com uma população de cerca de 9.4 milhões, sua capital é Estocolmo. Parte da península Escandinava, a Suécia divide fronteiras com a Noruega a oeste e norte, Finlândia a norte e leste, e o mar Báltico ao sul. A língua oficial é o sueco, e a maioria dos seus cidadãos, 75% seguem a religião cristã, de rito luterano (adotado oficialmente pelo país), além de outras minorias protestantes. A moeda local é a coroa sueca.

Durante os séculos VII e VIII, os suecos eram marinheiros mercantes famosos pela rede de comércio de longo alcance. Durante os séculos XI e XII, a Suécia tornou-se gradualmente um reino cristão unificado que posteriormente incluiu a Finlândia. A rainha Margarida da Dinamarca unirá em 1397 todas as terras nórdicas na chamada "União de Kalmar", mas a contínua tensão dentro da união gradualmente levou a um conflito aberto entre suecos e dinamarqueses no século XV. A desintegração total da união no início do século XVI dará origem a uma rivalidade de longa duração entre Noruega e Dinamarca de um lado e Suécia e Finlândia, do outro.

Ainda no século XVI, Gustav Vasa lutou pela manutenção da independência sueca, esmagando uma tentativa de restaurar a União de Kalmar e rompendo com a igreja católica ao implantar a Reforma.

No século XVII, a Suécia-Finlândia emerge como grande potência, controlando várias províncias da Dinamarca, bem como a atual Finlândia, Ingermanland (onde se localiza São Petersburgo), Estônia, Letônia, e importantes áreas costeiras do norte da Alemanha. A decadência chega no início do século XVIII, com a derrota na Grande Guerra do Norte. Durante as guerras napoleônicas, a Suécia sofreu perdas territoriais e é obrigada a ceder a Finlândia à Rússia em 1809. No ano seguinte, o herdeiro adotado do rei sueco, marechal francês Bernadotte, foi eleito príncipe com o título de Karl Johan pelo parlamento. Em 1813, as forças suecas se juntam aos aliados contra Napoleão. O Congresso de Viena compensa a Suécia pelos territórios alemães perdidos por meio da união das coroas suecas e norueguesa sob comando do rei sueco. A união de Suécia e Noruega foi pacificamente dissolvida a pedido da Noruega em 1905.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Suécia se manteve neutra, e a prosperidade que se seguiu forneceu as bases para as políticas de assistência social característicos da Suécia moderna. Na Segunda Guerra Mundial, a Suécia seguiu uma política de neutralidade armada e atualmente adota uma política de não-alinhamento. O país tornou-se um membro da União Europeia em 1995, e em setembro de 2003 realizou um referendo sobre a entrada na União Monetária Europeia. Os suecos rejeitaram sua participação, por 56% contra 42%, sendo que um novo referendo será planejado.

Bibliografia:
Sweden country profile (em inglês). Disponível em: < http://news.bbc.co.uk/2/hi/country_profiles/1021823.stm#facts >. Acesso em: 23 set. 2012.
Background Note: Sweden (em inglês). Disponível em: < http://www.state.gov/r/pa/ei/bgn/2880.htm >. Acesso em: 23 set. 2012.
Mapa: http://www.discover-the-world.co.uk/template/home/show-image.jsp?image=/images/region-maps/sweden.jpg&title=Sweden%20Map&width=835&height=1000

Arquivado em: Europa