Geocronologia

A geocronologia é a ciência que estuda a determinação da idade dos minerais e consequentemente a idade terrestre, juntamente com outros eventos geológicos ocorridos, e os métodos e cálculos pelos quais se chega a estas conclusões.

Desde que a humanidade se conscientizou sobre a questão da idade terrestre, vários métodos foram desenvolvidos para tentar determinar a mesma, como por exemplo, calcular a idade terrestre pela salinidade da água do mar, mas após um tempo perdendo sua eficiência, pois se descobriu que a água do mar é alterada por vários fatores e não apenas os quais se sabiam na época.

Sendo posteriormente desenvolvido outros métodos de cálculos, mas nenhum com firmeza suficiente para conquistar os estudiosos da época. Principalmente após o desenvolvimento da teoria evolucionista de Charles Darwin.

Atualmente está em vigor dois métodos de determinação para a idade terrestre, sendo o método relativo e método absoluto. O método relativo foi o primeiro a ser desenvolvido para determinação da idade terrestre e consiste em determinar a mesma através dos fósseis encontrados em solos ou rochas, formado por colunas estratigráficas, cujo quais têm por finalidade determinar qual camada é a mais velha e qual a mais nova, formando sua linha cronológica da mais antiga para a mais recente de baixo para cima, ou do centro para as extremidades.

O método absoluto consiste na determinação da idade dos minerais através de alguns elementos radioativos encontrados nos mesmos, baseando-se no fato de que os átomos instáveis liberam seus isótopos de maneira constante, e cada átomo tem sua própria constante de liberação, e esta não sendo alterada por agentes físicos nem químicos, estes derivados da desintegração do elemento radioativo, se acumula lentamente permitindo assim o cálculo da idade absoluta com precisão.

Um importante processo para a determinação da idade absoluta é a meia vida dos elementos radioativos (o elemento pai se transforma, por decaimento, no elemento filho), a qual se faz necessária para os cálculos sobre o decaimento radioativo, mas dos vários elementos radioativos conhecidos apenas alguns possuem esta meia vida suficientemente longa, pois a grande maioria é de frações de segundos até alguns dias ou meses. Para ser aproveitada pela geocronologia são estudados os seguintes elementos:

Elemento Pai Elemento Filho Meia - vida   (t1/2)*
238U 206Pb 4,5 Ga
235U 207Pb 0,733 Ga
232Th 208Pb 14,1 Ga
147Sm 143Nd 108 Ga
87Rb 87Sr 4,7 Ga
40K 40Ar 1,3 Ga

* Ga = gigaannum = 1 bilhão de anos

Bibliografia:
http://vsites.unb.br/ig/glossario/verbete/geocronologia.htm
http://www.igc.usp.br/index.php?id=304
http://www.ufrgs.br/geociencias/cporcher/Atividades%20Didaticas_arquivos/Geo02001/Tempo%20Geologico.htm#_Toc42676786

Arquivado em: Ciências, Geografia, Geologia