Colágeno

Colágeno é o nome dado à uma família de proteínas estruturais encontradas em diversas partes do organismo como na pele, osso, cartilagem, músculo liso e na lâmina basal.

O colágeno é sintetizado intracelularmente em pequenas porções por diferentes tipos celulares, principalmente por fibroblastos, condroblastos e osteoblastos, e exportado para fora da célula, onde através de enzimas polimerizantes adquire sua estrutura em tripla hélice. Cada molécula de colágeno é predominantemente formada pela a glicina, prolina, hidroxiprolina e hidroxilisina. A hidroxiprolina e a hidroxilisina são aminoácidos originados respectivamente da prolina e da lisina através de processos enzimáticos dependentes da vitamina C. Por esse motivo, a deficiência dessa vitamina leva ao escorbuto, uma doença relacionada a problemas na síntese do colágeno, causando hemorragia (vasos sanguíneos e pele possuem colágeno na sua constituição).

O colágeno é a proteína mais abundante do organismo representando 30% do seu peso seco e é produzido por diferentes tipos celulares. Dependendo das necessidades funcionais do organismo, esta proteína apresenta diferentes graus de rigidez, elasticidade e força de tensão, sendo classificados nos seguintes grupos:

  • colágenos que formam fibrilas longas: Este tipo é formado por moléculas de colágeno do tipo I, II, III, V ou XI que se agregam para formar longas fibrilas de colágeno facilmente visíveis ao microscópio eletrônico. Neste tipo de colágeno encontra-se com maior facilidade o tipo I e está distribuído de maneira ampla pelo organismo formando o que comumente chamamos de fibrilas de colágeno e são encontrado em ossos, dentina, tendões, capsulas de órgãos e na derme.
  • colágeno associado a fibrilas: é formado por colágenos do tipo IX, XII e XIV, eles formam estruturas curtas que ligam as fibrilas de colágeno umas as outras e a outros componentes da matriz extracelular.
  • colágeno que forma redes: é formado por colágeno do tipo IV que se associa formando redes, é um dos principais componentes das lâminas basais e possui função de aderência e filtração.
  • colágeno de ancoragem: é formado por colágeno do tipo VII e é encontrado nas fibrilas que ancoram as fibras de colágeno tipo I à lamina basal.

A falta de colágeno no organismo é chamada de colagenose e acarreta problemas como má formação óssea, rigidez muscular, inflamação das juntas musculares, doenças cutâneas e problemas com o crescimento.

O colágeno amplamente utilizado na indústria de alimentos na produção de embutidos como salsicha, rosbife, sobremesas como gelatinas e pudins e na indústria de cosméticos e farmácia são obtidos industrialmente principalmente através dos bovinos.

 

Bibliografia:

Histologia básica I L.C.Junqueira e José Carneiro. - [12 . ed]. - Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

Abraham L. Kierszenbaum. Histologia e Biologia celular, Uma introdução à patologia. 3ª edição. Elsevier, 2012

Arquivado em: Histologia