Países neutros na Primeira Guerra Mundial

Por Emerson Santiago
A Primeira Guerra Mundial foi um conflito cujos acontecimentos mais dramáicos ocorreram em solo europeu. Além disso, as grandes potências mundiais estavam todas naquele continente, sendo que os países de outras regiões de certo modo "assistiram" ao conflito, com uma ou outra exceção, em especial a participação norte-americana, crucial para o desfecho da guerra.

Nem mesmo por isso alguns países dos continentes americano, africano e asiático deixaram de ter alguma relevância na estratégia militar e diplomática dos países beligerantes, mesmo porque, grande parte da força de França e Grã-Bretanha estava em suas colônias espalhadas pelo mundo, e uma desestabilização de seus impérios surtiria efeito na capacidade de resistência desses países. Do mesmo modo as colônias alemãs seriam invadidas e ocupadas em meio à luta na Europa. Assim, a neutralidade ou a tomada de partido de países como Etiópia, Afeganistão e México assumiram relevância.

A declaração de neutralidade não significou um total isolamento da guerra. Em um momento outro, várias das nações oficialmente neutras cooperaram com algum dos lados ou mesmo os dois, permitindo uso de seus recursos ou território no esforço de guerra.

Os países que declararam oficialmente sua neutralidade em relação à Primeira Guerra Mundial foram:

  • Afeganistão - O país recebeu uma missão diplomática alemã tentando convencê-lo a agir contra os britânicos na Índia, seus vizinhos de fronteira.
  • Argentina
  • Bélgica
  • Bolívia
  • Butão - Outro país independente e fronteiriço à Índia Britânica, cujo território poderia ser usado como base de operações de desestabilização da mais importante colônia inglesa.
  • Chile
  • Colômbia
  • Dinamarca - Realizou comércio com os dois lados em meio à guerra.
  • El Salvador
  • Espanha - Aliado ao Reino Unido por meio de um tratado.
  • Etiópia - A Etiópia recebeu uma missão diplomática alemã tentando convencê-la a agir contra a Itália, Reino Unido e França na África Oriental. Estes países do bloco aliado detinham colônias por toda a sua fronteira. O controle de tais colônias era necessário aos Aliados para manter a ligação entre Europa e oriente, importante rota comercial e de suprimentos.
  • Irã - Ocupado pelos turcos, britânicos e por tropas russas.
  • Liechtenstein - Mantinha uma união aduaneira e monetária com a Áustria-Hungria.
  • Luxemburgo - Nunca declarou guerra às Potências Centrais, apesar de ser invadido e ocupado pela Alemanha.
  • México - Recusou uma uma aliança com a Alemanha (episódio do Telegrama Zimmermann).
  • Países Baixos - Um aliado do Reino Unido por meio de um tratado, negociou com ambos os lados.
  • Noruega - Forneceu assistência naval ao Reino Unido.
  • Paraguai
  • Suécia - Patrocinou financeiramente a Alemanha.
  • Suíça - A Suíça se declarou em "estado de sítio".
  • Venezuela - Importante país petrolífero, abasteceu os Aliados com petróleo.

Leia também:

Bibliografia:
Participants in World War I. Disponível em <http://en.wikipedia.org/wiki/Participants_in_World_War_I#Neutral_states>. Acesso em: 23 mar. 2012.