Abelha

Graduada em Ciências Biológicas (UNESP, 2001)
Mestre em Agronomia (UNESP, 2005)
Especialização em Gestão Ambiental (Anhanguera, 2010)

As abelhas pertencem ao Filo Artrópode, Classe Insecta, Ordem Himenóptera, Família Apoidea. São insetos sociais, ou seja, os indivíduos da espécie vivem juntos em colmeias e tem divisão de tarefas dentro dela. Apresentam heteromorfismo, há diferenças morfológicas relacionadas à função que desempenham dentro da colmeia.

Abelha. Foto: Andreas Trepte [CC-BY-SA-2.5 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.5)], via Wikimedia Commons

Abelha. Foto: Andreas Trepte [CC-BY-SA-2.5], via Wikimedia Commons

Apresentam três tipos morfológicos: Rainha, Operárias e Zangão.

Rainha

A função da rainha na colmeia é reprodutiva, ela passa a vida na colmeia colocando ovos que se transformarão nas futuras abelhas operárias, zangões ou novas rainhas. A abelha que é escolhida para ser rainha é alimentada a vida toda com geleia real, um tipo especial de alimento produzido na colmeia que nutre e possibilita a rainha a fertilidade para produzir óvulos e colocar os ovos. Quando a futura rainha atinge a “adolescência” sai para o voo nupcial, encontra-se com o zangão e copula. Após a cópula retorna à colmeia e começa a postura de ovos.

Zangão

Assim como a abelha rainha, a função do zangão (que é o macho) é reprodutiva. Ele realiza o voo nupcial, fecunda a abelha rainha e em algumas espécies, morre após a cópula ou é abandonado pela colônia de abelhas por não ter mais “utilidade”.

Operárias

São abelhas estéreis que executam funções diversas dentro da colmeia. Algumas são responsáveis pela alimentação da rainha, larvas e zangão. Outras cuidam para que a estrutura da colmeia seja mantida fazendo reparos nas células, limpando a colmeia e construindo novas células para guardar mel ou abrigar os ovos postos pela rainha. Além das funções internas, as operárias guardam a entrada da colmeia e outras saem para visitar as flores de plantas onde procuram néctar e pólen.

O que produzem as abelhas?

Com o néctar e o pólen coletado nas flores, as abelhas operárias produzem o mel, cera, própolis e geleia real.

O mel é um tipo de açúcar com alto valor energético que serve de alimento para as abelhas. Dependendo da espécie de néctar coletado nas flores, o mel apresentará uma constituição diferente, assim, temos mel de flor de laranjeira, silvestre, etc. Algumas abelhas tem capacidade de produzir grande quantidade de mel como a abelha Apis melífera, conhecida como abelha africana. Outras produzem pequenas quantidades, como a abelha jataí (Tetragonista angustula), porém seu mel é muito valorizado pelo sabor.

Outro produto das abelhas é a cera. Ela é produzida com a mistura do pólen com néctar ou pólen e mel e utilizada na construção das células da colmeia. Tem propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, por isso é utilizada na medicina natural pelo homem.

O própolis é produzido a partir da ação de enzimas das abelhas operárias com a modificação de ceras e também a partir de resinas das plantas. Sua função é de proteger a colmeia de micro-organismos como vírus, bactérias e também insetos invasores. Ele está presente geralmente na entrada da colmeia e tem uma função desinfetante. Quando as abelhas operárias passam pela entrada da colmeia são desinfetadas pela ação do própolis.

Como informado, as abelhas que se tornarão rainhas da colmeia e as larvas, recebem um tipo especial de alimentação, a geleia real. É uma substancia gelatinosa, com propriedades regenerativas, produzida por glândulas hipofaríngeas que as abelhas jovens produzem.

Ecologia

As abelhas tem uma função importante na reprodução das plantas realizando a polinização. No momento em que visitam as flores à procura de néctar e pólen, o mesmo gruda em seus pelos e quando elas visitam novas flores esse pólen acaba caindo na entrada do gineceu (órgão reprodutivo feminino da flor) e encontra o óvulo, promovendo a fecundação. Muitas espécies de plantas simplesmente não existiriam sem a presença das abelhas.

Arquivado em: Insetos