Escritores de Romances Históricos

Pode-se dizer que os romances históricos nasceram em princípios do século XIX. Eles visavam resgatar os hábitos, a linguagem, as leis e as estruturas político-sociais, econômicas, culturais e religiosas de tempos passados. Assim, com esse objetivo, os autores mesclam figuras reais e ficcionais em uma trama geralmente imaginária. A primeira obra deste gênero foi Waverley, de 1814, escrita por Sir Walter Scott, porém o enredo que estabeleceu o padrão para esta literatura foi O Coração de Midlothian, de mesma autoria, publicado quatro anos depois.  O livro mais célebre deste estilo é Guerra e Paz, de Tolstoi. Desta categoria literária originou-se o subgênero intitulado "romance de capa e espada", do qual o autor mais conhecido é Alexandre Dumas, de Os Três Mosqueteiros. No Brasil este gênero foi o ideal para o resgate de eventos e personagens históricos, uma forma dos escritores nacionalistas reverem o passado do país com um viés idealista. Hoje o romance brasileiro mistura elementos das tramas policiais, acontecimentos da política e enfoque histórico.

Autores e Obras

  • Sir Walter Scott: Waverley; O Coração de Midlothian; Ivanhoé; O Abade; Rob Roy.
  • Liev Tolstói: Guerra e Paz; Anna Karenina; A Morte de Ivan Ilitch; Padre Sérgio; A Sonata a Kreutzer.
  • Bernard Cornwell: As Crônicas do Rei Arthur: O Rei do Inverno; O Inimigo de Deus; Excalibur; A Busca do Graal: O Arqueiro; O Andarilho; O Herege; 1356; As Crônicas Saxônicas: O Último Reino; O Cavaleiro da Morte; A Canção da Espada.
  • Alexandre Dumas: O Conde de Montecristo (com Auguste Maquet); Os Irmãos Corsos; Série Os Romances de D’Artagnan: Os Três Mosqueteiros; Vinte Anos Depois; O Visconde de Bragelonne; Saga Os Romances Valois: A Rainha Margot; A Dama de Monsoreau; Série Memórias de um Médico: O Colar da Rainha; Ange Pitou.
  • José de Alencar: O Guarani; Iracema; As Minas de Prata; Senhora; Ubirajara; A Guerra dos Mascates.
  • Bernardo GuimarãesO seminarista; A Escrava Isaura; Lendas e Romances; Histórias e Tradições da Província de Minas Gerais.
  • Franklin Távora Os Índios do Jaguaribe; O Matuto; Lourenço.
  • Rubem Fonseca: O Cobrador; Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos; Feliz Ano Novo; Agosto; Buffo & Spalanzani;
  • Milton Hatoum: Relato de um certo Oriente; Dois Irmãos; Cinzas do Norte; Órfãos do Eldorado; A Cidade Ilhada.
  • Fernando Morais: Olga; A Ilha; Chatô, o Rei do Brasil; Corações Sujos; Os Últimos Soldados da Guerra Fria.
  • Hilary Mantel: A Sombra da Guilhotina; Wolf Hall; O Livro de Henrique.
  • Jane Austen: Razão e Sensibilidade; Orgulho e Preconceito; Mansfield Park; Emma; A Abadia de Northanger; Persuasão.
  • Margaret Mitchell: E O Vento Levou.
  • John Steinbeck: As Vinhas da Ira; East of Eden; Ratos e Homens.
  • Kate Mosse: Labirinto; Sepulcro.

Fontes:
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/374583
http://www.suapesquisa.com/romantismo/principais_escritores_brasil.htm
http://www.record.com.br/livro_sinopse.asp?id_livro=26778
http://www.livrosefuxicos.com/2012/03/especial-romances-historicos-perfil-do.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Margaret_Mitchell#Obra
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Livros_de_John_Steinbeck
http://www.skoob.com.br/livro/459-labirinto
http://www.lendonasentrelinhas.com.br/2010/07/sepulcro-kate-mosse.html

Arquivado em: Literatura