Escritores do Simbolismo

Por Ana Lucia Santana
O Simbolismo é uma escola literária que se manifesta especificamente na poesia e em outras esferas artísticas nascidas na França em fins do século XIX. Ela se opôs aos movimentos realista/naturalista e positivista. Nesta época diversos poetas, artistas plásticos, dramaturgos e autores em geral foram inspirados pela atmosfera mística gerada por uma intensa permuta artística e também resultante da onda mental e espiritual emanada diretamente da cultura oriental. Isto ocorreu particularmente na França a partir de 1881. Estes artistas buscam retratar em suas obras o clima encontrado em suas jornadas pelo Oriente. Foi um movimento caracterizado principalmente pelo individualismo e por um misticismo ímpar. Chamado ironicamente de decadentismo, por recorrer a uma estética em declínio, o Simbolismo é reconhecido por seu subjetivismo, pela musicalidade, assinalada pelo poeta francês Paul Verlaine, e pelo Transcendentalismo, um dos elementos fundamentais, já que os poemas simbolistas ressaltam a esfera da imaginação e do fantástico.

Autores e Obras do Simbolismo

  • Cruz e Souza: Brasileiro. Tropos e Fantasias; Missal e Broquéis; Evocações (prosa); Faróis; Últimos Sonetos.
  • Eugênio de Castro: Português. Oaristo; Horas; Silva e Interlúdio.
  • Alphonsus de Guimaraens: Brasileiro. Kyriale; Câmara Ardente; Centenário das Dores de Nossa Senhora; Dona Mística; Pauvre Lyre; Pastoral aos Crentes do Amor e da Morte, depois conhecido com o título Poesias; Mendigos (prosa).
  • Camilo Pessanha: Português. Clépsidra.

Fontes:
http://aprovadonovestibular.com/simbolismo-caractersticas-autores-obras.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Simbolismo
http://assuntosdiversos.com.br/wordpress/simbolismo-principais-autores-obras/