Hipopótamo

Por Thais Pacievitch
Hipopótamo (Hippopotamus amphibius) é um mamífero anfíbio, que pertence ao Filo Chordata, da Ordem Artiodactyla e da Família Hippopotamidae. A palavra hipopótamo tem origem grega, e significa "cavalo do rio" (hippos quer dizer cavalo e potamos significa rio).

A pele do hipopótamo é muito grossa, com espessura de 2 a 5 cm. Sua cabeça é grande e seu lábio superior cobre o inferior por completo. Já suas orelhas redondas e sua cauda são pequenos, em se considerando os 4,5 metros de comprimento, 1,5 metros de altura e as 4 toneladas do hipopótamo. Suas presas chegam a ter 50 cm.

O hipopótamo é um animal semi-aquático. Geralmente fica de 2 a 6 minutos submerso, mas pode ficar até 25 minutos sob a água. Ao submergir, o hipopótomo pode fechar as “janelas” que possui nos orificios nasais. As vezes, emitem um estranho ruido quando soltam jatos de vapor de meio metro de altura. A posição de olhos, orelhas e orificios nasais dos hipopótomos ficam no alto de sua cabeça, o que torna possível que esses animais vejam, escutem e respirem ainda que o corpo esteja embaixo d’água.

Os hipopótamos podem ser encontrados nas planícies da África, sobretudo em reservas no Quênia, em Uganda e na Tanzânia. Vivem em grupos de até 20 animais liderados por um macho.

Vivem a maior parte do tempo dentro da água, onde parecem ser animais tranquilos e preguiçosos, tanto que, na água, não existe rivalidade entre grupos. Porém, em terra, são bastante agressivos, tanto entre grupos rivais, como com os humanos. Podem atingir até 50 km/h, e costuma arrasar o que aparece entre a água e a sua zona de pasto.

Os hipopótamos são herbívoros, ou seja, sua dieta é a base de plantas, sendo que chegam a comem cerca de 200 kg em cada refeição. Alimentam-se exclusivamente à noite, quer dizer, têm hábitos noturnos. Sempre alertas, qualquer ruído faz com que o grupo dispare de volta a água, momento em que podem atingir até 50 km/h, arrasando tudo o que se encontra entre a zona de pasto e a água. Dormem durante o dia, sempre dentro da água, pois sua pele é extremamente sensível ao sol.

Para demarcar o território, os hipopótamos abanam o rabo ao defecar, com o objetivo de espalhar as fezes. Isso acaba contribuindo para a fertilização da terra, e conseqüentemente na formação de novos pastos.

A gestação das fêmeas dura cerca de 240 dias, sendo que nasce um filhote por cria, com peso entre 30 e 40 kg. O nascimento ocorre dentro d’água, e a cria é amamentada por algumas semanas. O grupo todo ajuda a cuidar do filhote nos primeiros meses, pois são presas em potencial para os grandes crocodilos. O filhote fica aos cuidados da mãe até completar um ano, quando chega próximo aos 200 kg. Um hipopótamo vive aproximadamente 40 anos.