Práticas para evitar enjôos e mal-estar na gestação

Por Cristiane Zoller
Durante a gestação evite o uso excessivo de sal, pois, pode provocar retenção de líquido e inchaço, além de hipertensão. Não consuma álcool, cigarro e drogas, pois são substâncias danosas ao organismo da mãe e do feto. A alimentação deve ser dividida em no mínimo 6 vezes ao dia para que dessa forma possa aliviar as náuseas e os vômitos normalmente presentes durante a gravidez. Mastigue bem os alimentos e não deite em posição reclinada logo após se alimentar para evitar náuseas e enjôos. Para a prisão de ventre aumente o consumo de fibras e frutas, como mamão papaia, ameixa, uva, (fresca ou passa) e frutas cítricas.

Também não podemos deixar de ressaltar a grande importância da atividade física de baixa intensidade como o pilates, natação, caminhada ou hidroginástica durante todo o período gestacional. Estas atividades contribuem para a melhora da circulação e na oxigenação para o feto e no benefício da volta mais rápida ao peso normal, após o parto.

Agora iremos citar algumas práticas para prevenir vômitos e enjôos:

- Coma alimentos secos, como por exemplo, as bolachas, mas de preferência as de tipo “água e sal” ou torradas.

- Não tome líquidos em excesso logo pela manhã ou quando tenha enjôos, mas não deixe de compensar essa quantidade de líquido no decorrer do dia.

- Coma em pequenas e freqüentes porções, a cada 2 ou 3 horas, pois, isso diminui as ocasiões de enjôos.

- Evite movimentos bruscos e não se levante rapidamente.

- Evite as frituras e os alimentos ricos em gorduras.

- Mantenha o ambiente em que você se encontra bem ventilado, pois o ar fresco ajuda a diminuir o enjôo.

- Em caso de enjôos freqüentes consuma alimentos frios e com pouco cheiro. Outra excelente dica é congelar bebidas com alto índice de mineral como água de coco e “gatorade” e no momento do enjôo consumir as pedrinhas de gelo (podem ser feitas na forminha de gelo).

- Conforme o bebê evolui algumas gestantes costumam sentir ardor na boca do estômago, isso é mais comum no período final da gestação. Consuma os alimentos em pequenas e freqüentes porções, contudo, se isso não ajudar a controlar esse ardor, evite deitar-se por longos períodos ou dormir depois de comer.

Com hábitos de alimentação saudável você e seu bebê irão se sentir bem durante todo o período gestacional e após o parto.

Veja também:

  1. Dieta para Gestantes
  2. Dietas Gestacionais
  3. Mudanças hormonais na Gestação
  4. Alimentação de Bebês
AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.