Esquerda política

Esquerda política é “o grupo de pessoas ou de partidos que defendem os ideais do socialismo, em oposição ao capitalismo e a regimes de direita (bancada de esquerda)”, de acordo com o iDicionário Aulete. Nas definições de Direita e Esquerda referentes ao campo da política, o segundo grupo mantém uma visão específica com ações diretas no campo social. Em geral, suas atividades centram esforços na defesa de cidadãos em desvantagem e acusam o sistema capitalista como maior causador das desigualdades sociais. Para eles, essas diferenças são injustificáveis e precisam deixar de existir.

A origem dos termos esquerda e direita remete ao período em que ocorreu a Revolução Francesa, entre os anos de 1798 e 1799. Naquela época, essas designações refletiam a posição que os políticos sentavam-se no parlamento da França. Os que ficavam à direita do presidente representavam a situação e os da esquerda eram os insatisfeitos. A utilização do termo esquerda ganhou mais notoriedade depois que a monarquia foi restaurada na nação francesa. Tempo depois, o termo aplicou-se a uma variedade de movimentos, notavelmente o anarquismo, o socialismo e o comunismo.

Dentro da esquerda política, as posições variam da centro-esquerda à extrema-esquerda. O primeiro grupo apresenta uma posição ideológica que se refere à política tradicional. Já os adeptos da ultra-esquerda, ou extrema-esquerda, estão ligados a um posicionamento mais radical, espelhando-se no comunismo de conselhos e no trotskismo. Entre os grupos de centro-esquerda, os mais notáveis no sentido tradicional são os socialistas democráticos, os progressistas, os social-democratas e os ambientalistas. No caso da centro-esquerda, existe uma maior aceitação e alocação referente aos recursos econômicos para a criação de uma economia mista, baseada na prosperidade do setor privado aliada à área pública.

A partir da década de 1990, quando o regime socialista da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) entra em colapso, os adeptos da Esquerda começam a se questionar a repeito de sua aplicabilidade e eficiência. Por outro lado, se os Estados Unidos dominaram quase o mundo todo expandindo o capitalismo, a Direita também não conseguiu provar a legitimidade do regime devido à desigualdade social que sua aplicação provoca. Entra-se, então, em um período de dúvidas e análises sobre a existência de um modelo econômico perfeito.

Fontes:
http://www.socialistworker.co.uk/art.php?id=13676
iDicionário Aulete

Arquivado em: Política