Advérbios de Lugar

Por Ana Paula de Araújo
Leia o texto a seguir:

Advérbios de Lugar

Vem para aqui, porque está muito sol; ou vamos para ali, que há mais sombra. E se fôssemos para além? Abaixo do socalco, para aquém do castanheiro, é um sítio muito agradável. Vamos então para lá.

O João está fora do alpendre, e o Rogério está dentro. Acima do meu quarto estão as águas-furtadas. Diante da casa há um jardim e atrás fica uma horta.Onde está o poço, está também o tanque, e não muito longe está uma lago com peixes. Perto andam sempre as pombas cujo pombal fica defronte.

— O Tomás foi a algures? — Está cá: não foi a nenhures.

A idéia geral guardada por este grupo de advérbios é que seus elementos respondem à pergunta: “onde?”.

Assim como no caso dos advérbios de tempo, neste conjunto também ocorrem subdivisões. Podemos definir estas divisões em dois grupos:

1. Os Dêiticos, que fazem referência ao emissor e ao receptor da mensagem (aqui, aí);

2. Aqueles que se relacionam com outro ponto de referência.

Os dêiticos podem exercer a função sintática de sujeito ou de adjunto adverbial.

Exemplo:

Aqui não é um bom lugar para conversarmos. (Sujeito)

Estarei aqui amanhã aguardando sua resposta. (Adjunto adverbial)

O segundo grupo pode apresentar uma relação com um ponto de referência mais subjetivo (longe/perto) ou mais objetivo (abaixo, acima, dentro, fora etc.).

Exemplo:

A universidade fica bem perto daqui, depois desse estádio de futebol.

Outros exemplos de Advérbios de Lugar:

abaixo, acima, adentro, adiante, afora, aí, além, algures (em algum lugar), alhures (em outro lugar), nenhures (em nenhum lugar), ali, aquém, atrás, cá, dentro, embaixo, externamente, lá, longe, perto.

Locuções Adverbiais de Lugar:

a distância, à distância de, de longe, de perto, em cima, à direita, à esquerda, ao lado, em volta.