Serviço Social

O objetivo do serviço social é empreender a gestão social no intuito de promover o desenvolvimento da comunidade que exige uma resposta às carências que afetam importantes setores da população (moradia, alimentação, educação, etc.), e que a impede de satisfazer suas necessidades básicas. No Brasil, a duração do curso é de quatro anos.

Para trabalhar com serviço social é aconselhável que a pessoa tenha inclinação humanista e interesse pelo comportamento humano; senso de trabalho em conjunto; capacidade de doar-se e de estar sempre disponível; interesse pelo desenvolvimento das potencialidades, autonomia, liberdade e oportunidades das pessoas; paciência; sensibilidade; visão de projeto e capacidade de organização.

O assistente social implementa políticas sociais. E o faz primeiramente investigando e diagnosticando problemas sociais para, em seguida, desenhar, gerir, executar e avaliar projetos de ação social que elevem o nível de bem-estar do indivíduo, da família, grupos e comunidades. Desenvolve ações de prevenção nas quais as pessoas possam ser afetadas, como consequência da sua vida em relação ao meio que habita. Intervém em situações de âmbito familiar, do indivíduo no âmbito organizacional, visando suas necessidades como trabalhador. É um agente de mudança social que ajuda a melhorar a realidade das pessoas.

Dentre as principais atividades desenvolvidas por este profissional estão: reunir informações relativas às necessidades das pessoas para assessorá-las no tocante a seus direitos e obrigações; planejar, avaliar, aperfeiçoar e desenvolver serviços de proteção ou assistência social; dedicar-se à luta contra a delinquência ou a reabilitação de delinquentes mediante a organização e supervisão de atividades educativas, sociais e recreativas; ajudar pessoas deficientes a receber tratamento adequado e a melhorar sua inserção social; transformar as requisições da comunidade em programas comunitários que conduzam a ações; integrar equipes interdisciplinares que analisam, elaboram, avaliam, executam e implementam projetos de bem-estar social em diversos tipos de organizações.

Este profissional pode trabalhar em diversas áreas: corporações de assistência judicial; hospitais, empresas públicas ou privadas em seus serviços de bem-estar; instituições de ensino de toda espécie; órgãos municipais, estaduais e federais; instituições de assistência social nacionais ou internacionais, participando do planejamento de projetos de desenvolvimento local ou rural.

Arquivado em: Profissões, Sociedade