Ácido carbônico

Por Mayara Cardoso
Representado pela fórmula química H2CO3, o ácido carbônico é um composto considerado como fraco, instável, diácido (apresenta dois hidrogênios ionizáveis na sua estrutura), é produzido por meio da diluição de gás carbônico em água, por isso, não pode ser isolado em sua forma pura.

CO2 + H2O --> H2CO3

É possível encontrar o ácido carbônico na água das chuvas, formado por meio da dissolução do gás carbônico presente na atmosfera pela água precipitada. Essa formação do ácido carbônico altera o pH da chuva, o tornado levemente ácido, por isso não existe água de chuva com pH neutro. Todavia, por ser um ácido fraco, a presença do ácido carbônico na água das chuvas não provoca efeitos prejudiciais ao meio ambiente.

No sangue humano, o ácido carbônico participa do principal sistema de tamponamento, numa reação de equilíbrio com o seu sal mais fraco, o bicarbonato. As soluções tampão têm a função de impedir que haja variações de pH na corrente sanguínea, isso porque o pH do sangue deve ser sempre neutro e qualquer tipo de alteração, seja para ácido ou para básico, pode trazer sérias consequências ao organismo (as trocas gasosas podem ser prejudicadas e diversas proteínas desnaturadas).

O refrigerante, bebida largamente consumida em todo o mundo, tem o ácido carbônico como componente fundamental. Esse ácido é formado por meio da mistura de gás carbônico e água num aparelho denominado carbonizador, em seguida é adicionado aos demais ingredientes, o que confere ao refrigerante uma boa aparência e um sabor agradável. Depois de pronto, a bebida já embalada recebe mais uma quantidade de gás carbônico, que aumenta a pressão interna, daí as bolhas que aparecem quando a garrafa de refrigerantes é aberta. Águas gaseificadas, bebidas tônicas e cervejas também apresentam ácido carbônico em sua fórmula.

A dissociação do ácido carbônico forma íons hidrogênio (H+) e íons carbonato (CO2-2). Os carbonatos são comumente encontrados na natureza e o mais comum deles é o de cálcio, também conhecido como calcário, muito utilizado na correção da acidez de solos.

Muitas pessoas têm o hábito de tomar uma mistura de água e bicarbonato de sódio quando sentem azia, uma sensação de queimação no esôfago ocasionada pela exposição desse órgão ao ácido do estômago (ácido clorídrico). Nesse caso, a solução aquosa de bicarbonato de sódio (que é um sal e não uma base) adquire ph básico e, ligada ao ácido estomacal, produz ácido carbônico, cloreto de sódio e água, como na reação a seguir:

NaHCO3 + HCl + H2O --> NaCl + H2CO3 + H2O

Assim, o ácido clorídrico é neutralizado e o ácido carbônico produzido na reação, por ser muito instável, é facilmente decomposto em água e gás carbônico. Daí a eficácia do bicarbonato de sódio no combate da azia.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ácido_carbônico
http://br.syvum.com/cgi/online/serve.cgi/materia/quimica/acids_bases_salts.html
http://educacao.uol.com.br/quimica/azia-remedios-com-bases-neutralizam-a-acidez-no-estomago.jhtm