Centrifugação e Flotação

Por Leopoldo Toffoli
A centrifugação é um processo de separação de misturas utilizado para acelerar a decantação ou sedimentação, onde o corpo mais denso da mistura sólido-líquida deposita-se no fundo do recipiente devido à ação da gravidade.

Este processo é ocorrido em um aparelho chamado centrífuga, que gira em alta velocidade, fazendo com que a substância mais densa seja “forçada” a sedimentar (decantar) devido à ação da força centrífuga.

Um exemplo da centrifugação no nosso dia-a-dia são as máquinas lava-roupas que possuem a função centrifugação. Esta função é colocada como a última a ser desempenhada no processo de lavagem, pois serve pra “torcer” a roupa (tirar o excesso de água), ou seja, separar a roupa da água.

Este processo de separação de misturas é também utilizado nos laboratórios de análises clínicas, onde são separados os componentes do sangue.

A flotação ou flutuação é um processo de separação de misturas sólidas que funciona da seguinte maneira: coloca-se a mistura dentro de um recipiente e adiciona-se a ela um líquido de densidade intermediária e que não dissolve nenhum dos componentes; após este processo o menos denso irá flutuar e o mais denso ficará no fundo do recipiente.

Um exemplo deste processo é a separação de areia e serragem onde o líquido utilizado é a água.