Fosfatos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Conta-nos a história que o alquimista Henning Brand, no século XVII, em uma de suas rotineiras tentativas de criar a pedra filosofal (fórmula que o permitiria transmutar metais menos nobres em ouro), isolou pela primeira vez o que viria a ser chamado de fósforo, a partir da evaporação de amostras de urina.“O brilho emitido pela substância no escuro está na origem de sua denominação: do grego phós, ‘luz’, e phóros, ‘transportador’1.

Um fosfato, constituído por um ânion trivalente contendo um átomo de fósforo e quatro átomos de oxigênio (PO43-), representa um grupo de compostos derivados do elemento químico fósforo, os quais também podem ser definidos como sais inorgânicos ou ésteres do ácido fosfórico (H3PO4), o ácido mais importante daqueles derivados diretamente do elemento químico fósforo.

Este ácido, por tratar-se de um ácido triprótico, pode dar origem a três diferentes grupos de compostos salinos, aqueles pertencentes ao grupo MH2PO4 (fosfatos diácidos ou dihidrogenofosfatos), ao grupo M2HPO4 (fosfatos monoácidos ou monohidrogenofosfatos) e ao grupo M3PO4 (fosfatos ou fosfatos neutros).

“No Brasil, cerca de 80% das jazidas fosfatados naturais – fosfatos, são em geral, de origem ígnea com presença acentuada de rocha carbonatítica e minerais micáceos com baixo teor de P2O5, enquanto que em termos mundiais esse percentual está em torno de 17%”2.

Os fosfatos são compostos muito encontrados em minerais, como por exemplo, a fosfopirita, a apatita e a uranita. Os fosfatos, quando solúveis, são utilizados em larga escala na agricultura e no tratamento do solo para renovação de culturas. O fosfato de cálcio é um constituinte essencial de dentes e ossos.

Os fosfatos de maior importância industrial são o fosfato de sódio dodecahidratado (Na3PO4.12H2O), utilizado na eliminação da dureza da água, para desengorduramentos em geral, na emulsificação do queijo e na indústria fotográfica, o fosfato de amônio ((NH4)2HPO4)), utilizado como impregnador de fibras e inibidor da propagação de chamas, e o dihidrogeno fosfato de sódio (NaH2PO4), utilizado na composição de alguns fermentos químicos em pó.

Atualmente, muita pesquisa tem sido desenvolvida na investigação dos efeitos poluentes de algumas classes de fosfatos. Mas é conhecido o fato do crescimento de muitos organismos, terrestres mas principalmente marinhos, ser diretamente influenciado pela disponibilidade de fosfato no meio. Como consequência ambiental, poderíamos ter uma superpopulação de algas marinhas superficiais, por exemplo, o que dificultaria a diluição de gás oxigênio na água e traria graves consequências à fauna aquática. Mas ainda é cedo para afirmações mais detalhadas a respeito.

Referências:
1. http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/4808
2. http://www.dnpm.gov.br/assets/galeriadocumento/balancomineral2001/fosfato
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.2, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.

Arquivado em: Química