Fotoquímica

A fotoquímica é um dos ramos da química que tem por objetivo o estudo de interações entre átomos e atividades entre a luz e pequenas moléculas. Além disso, estuda os efeitos da radiação eletromagnética em diversos elementos. Dentro do campo de estudos da química, relaciona-se também com outros processos como a fotofosforilação, fotografia, fotólise e a fotossíntese.

Na fotossíntese, uma grande parte das plantas utiliza a luz do sol para transformar dióxido de carbono e água em oxigênio e glicose na parte interna dos cloroplastos. Assim, a glicose produzida é utilizada pela mitocôndria para produzir adenosina de trifosfato, um nucleotídeo que armazena energia em ligações químicas.

A fotoquímica é considerada uma etapa que ocorre na fotossíntese de plantas superiores, assim como a fase bioquímica. Desta forma, a fotoquímica ocorre nas membranas tilacóides (sistemas internos do cloroplasto que contêm a clorofila) e tem como principal característica a produção de um forte agente redutor, o NADPH, além das reações de fosforilação do ADP (Adenosina difosfato) com o intuito de produzir ATP (Trifosfato de adenosina), moléculas de extrema importância a serem usadas no processo de carboxilação e redução do CO2. Fora isso, na etapa fotoquímica a água envolve-se no fornecimento de elétrons e libera oxigênio.

Dentro desta etapa da fotossíntese, o fluxo de elétrons através dos fotossistemas tem como função: liberar moléculas de O2 (oxigênio) e prótons (H+), converter energia eletrônica em energia de ligação em forma de moléculas ATP e NADPH+, transferir energia radiante eletromagnética em forma de energia eletrônica e captar energia radiante na faixa do espectro de luz visível.

Fora o campo da fisiologia vegetal, a fotoquímica tem aplicação científica em espectrologia UV/visível, reações em química orgânica e outros fenômenos bioquímicos, produção de filtros solares e melanina humana.

Como diversos campos de estudos químicos, na fotoquímica é utilizado o sistema métrico SI. As unidades e constantes são regularmente apresentadas pela constante de Boltzmann, constante dos gases R, moles, joules, hertz, segundos, metro e suas variantes.

De maneira mais didática, a fotoquímica também pode ser apresentada como uma reação de absorção de luz. Por exemplo, a combustão de gasolina em água e dióxido de carbono. Nesta reação química, moléculas são transformadas em outras devido a energia de ativação que é fornecida na forma de calor. Se a reação fosse fotoquímica, a luz seria o mecanismo fornecedor da energia de ativação.

Um dos benefícios que a fotoquímica traz para os seres humanos é a formação da vitamina D, útil na prevenção de osteoporose, proteção contra esclerose múltipla, tratamento da psoríase, entre outros.

Fontes:
VIEIRA, Elvis Lima. Manual de fisiologia vegetal. Sao Luis (MA): EDUFMA, 2010.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fotoqu%C3%ADmica
http://saude.hsw.uol.com.br/vitamina-d2.htm

Arquivado em: Química