Procedimentos para identificação de proteínas

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Proteínas são polímeros biológicos com elevadas massas molares formadas por unidades fundamentais (monômeros) denominadas aminoácidos. As proteínas são os componentes químicos mais importantes do ponto de vista estrutural, pois estão presentes em todas as partes da célula. São também fundamentais para o funcionamento do organismo, uma vez que o controle das reações químicas depende das enzimas, que são moléculas de proteínas. Dessa forma, pode-se afirmar que toda enzima um exemplo de proteína, mas nem toda proteína é um exemplo de enzima.

O texto abaixo apresenta algumas técnicas laboratoriais para a caracterização e a identificação de determinadas proteínas, as quais partem da clara do ovo de galinha como solução proteica.

A – PROPRIEDADES GERAIS:

  • Quebra-se um ovo de galinha e separa-se a clara e a gema, se faz uma solução adicionando 50mL de água com a clara, e a gema foi descartada;
  • Coloca-se 10mL da solução de clara em um béquer e goteja-se três gotas de uma solução grosseira de sulfato de cobre;
  • Homogeneíza-se bem e adiciona-se 2,5mL de solução de hidróxido de sódio;
  • Observa-se uma coloração roxa.

B – REAÇÕES ESPECÍFICAS:

1 – Reação Xantoprotéica

  • Em um tubo de ensaio coloca-se 3mL de solução de clara de ovo e 1mL de HNO3 concentrado, forma-se um precipitado branco;
  • Aquece-se com muito cuidado por aproximadamente um minuto;
  • Esfria-se o tubo em água corrente;
  • Adiciona-se lentamente ao tubo uma solução de hidróxido de sódio 1M;
  • Observa-se duas cores no tubo, amarelo e laranja.

2 – Reação do Biureto

  • Em um tubo de ensaio coloca-se 3mL de solução de clara de ovo e 1mL de NaOH 1M, agita-se bem;
  • Adiciona-se algumas gotas de solução de sulfato de cobre ao tubo de ensaio;
  • Observa-se uma coloração roxa indicando o teste positivo.

3 – Reação do Grupo Sulfídrila (SH)

  • Em um tubo de ensaio coloca-se 2mL de solução de clara de ovo e 1mL de NaOH 1M, agita-se bem;
  • Ferve-se por aproximadamente 2 minutos;
  • Adicionara-se algumas gotas de solução de acetato de chumbo ao tubo de ensaio;
  • Observa-se uma coloração escura no tubo.

Abaixo apresenta-se os procedimentos mencionados em um quadro comparativo, o qual resume técnicas básicas para identificação proteica.

IDENTIFICAÇÃO DE

PROTEÍNAS

 

PROCEDIMENTOS

 

RESULTADOS

Reação Xantoprotéica

- colocar HNO3 concentrado

- aquecer

- colocar NaOH(aq) lentamente

Resultado positivo:

duas fases, amarelo e laranja

Reação Do Biureto

- colocar NaOH

- agitar

- colocar CuSO4(aq), agitar

Resultado positivo:

roxo ou lilás

Reação do Grupo Sulfídrila

- colocar NaOH

- aquecer

- colocar acetato de chumbo

Resultado positivo:

cor escura

Referências:
LUFTI, Mansur; Os Ferrados e os Cromados: produção social e apropriação privada do conhecimento químico, Ed. UNIJUI, Ijuí/RS – 1992.
PERUZZO, Francisco Miragaia (Tito); CANTO, Eduardo Leite; Química na Abordagem do Cotidiano, Ed. Moderna, vol.1, São Paulo/SP- 1998.

Arquivado em: Química