Turbidez da água

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

A água é a molécula básica para toda e qualquer forma de vida. Ao se procurar vida extraterrestre inicia-se sempre pelas possibilidades de existência de água na região suspeita, pois não se pode hoje imaginar o surgimento da vida em um meio que não o aquoso. O volume de água no planeta Terra é de aproximadamente 1,5 bilhão de quilômetros cúbicos, o que corresponde a 71% de sua superfície. Entretanto, a água doce do planeta é limitada, e se tratando da acessível, chega a menos de 1% do valor total. Em vista ao atual consumo, especialistas apontam que enfrentaremos uma crise de abastecimento de água em duas ou três décadas.

Encontro das águas do Rio Negro (à dir.), menos turvo, com as do Rio Solimões, que possui muitas partículas em suspensão. Foto: guentermanaus / Shutterstock.com

Encontro das águas do Rio Negro (à dir.), menos turvo, com as do Rio Solimões, que possui muitas partículas em suspensão. Foto: guentermanaus / Shutterstock.com

A utilização mais imediata da água doce é torná-la potável. Uma importante propriedade da água é a turbidez, a qual está diretamente relacionada à sua qualidade como água doce e potável. A turbidez representa a propriedade óptica de absorção e reflexão da luz, e serve como um importante parâmetro das condições adequadas para consumo da água.

A turbidez é causada por partículas sólidas em suspensão, como argila e matéria orgânica, que formam coloides e interferem na propagação da luz pela água. Entretanto, não se pode relacionar unicamente a turbidez à sujeira da água, pois são numerosos os fatores que interferem na absorção e na reflexão da luz, como o tamanho das partículas, sua forma geométrica dispersiva da luz e sua coloração. Pode-se apenas mencionar a turbidez total da água, em uma testagem quantitativa.

A unidade matemática utilizada na medição da turbidez é o NTU, sigla que provém do inglês Nephelometric Turbidity Unit. Os processos de redução da turbidez de uma amostra de água são de natureza física, e consistem na remoção dos resíduos sólidos em suspensão responsáveis pela mesma, como filtrações e decantações. Após o processamento, que também pode se dar por floculação e sedimentação, deve-se chegar a níveis de até 5 NTUs, de acordo com as normas internacionais de controle da água potável. Quando se utiliza de uma filtração adequada, pode-se alcançar níveis ainda menores, que chegam a 1NTU ou menos.

Conforme fora descrito, não se pode atribuir unicamente os níveis de turbidez à qualidade da água. Entretanto, a turbidez pode estar diretamente relacionada à presença de micro-organismos patogênicos à saúde. Alguns especialistas apontam que a presença de partículas sólidas responsáveis pela turbidez pode “proteger” determinados micro-organismos, facilitando a sua proliferação. E ainda águas túrbidas podem estimular o crescimento desses micro-organismos, alterando as propriedades organolépticas da água para consumo.

Referências:
FELTRE, Ricardo; Fundamentos da Química, vol. Único, Ed. Moderna, São Paulo/SP – 1990.
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.1, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.

Arquivado em: Água, Química