Cifose

Por Marcelo Oliveira
Por toda a extensão da coluna vertebral existem curvaturas, conhecidas por lordose, nas regiões cervical e lombar, e cifose, nas regiões torácica e sacrococcígea. As curvaturas da coluna são definidas durante o crescimento de uma pessoa, variando sua amplitude de indivíduo para indivíduo.

Cifose. Ilustração: Alila Medical Media / Shutterstock.com

Cifose. Ilustração: Alila Medical Media / Shutterstock.com

As cifoses são curvaturas primárias, desenvolvidas na fase embrionária do indivíduo, que podem sofrer deformações devido à má postura, gerando a hipercifose, uma patologia considerada típica da adolescência e de pessoas introspectivas. Isso ocorre porque a postura incorreta causa uma curvatura acentuada na coluna, deixando o indivíduo com os ombros projetados para frente e o dorso arredondado.

O indivíduo com hipercifose possui um arqueamento das costas, que surge gradativamente, com ou sem dor, fadiga, sensibilidade e rigidez da coluna vertebral. A hipercifose torna os músculos da região torácica fortes e curtos, o que ocasiona o surgimento da corcunda.

As causas principais são a má postura (dorso curvo juvenil), a doença de Scheuermann (Cunhamento vertebral >5º), problemas neuromuscular (paralíticas) ou congênitos (mal formação), problemas inflamatórios causados por Osteomielites, e pós traumas oriundos de fraturas e osteoporose.

Geralmente, a curvatura acentuada na coluna do indivíduo não é percebida por ele, mas por seus familiares e amigos, podendo ser confirmada através de diagnótico baseado em radiografias da mesma.

Dependendo da origem da deformação, o tratamento pode variar de exercícios fisioterápicos, uso de colchões mais firmes, coletes ortopédicos e palmilhas posturais; até sessões de Reeducação Postural Global (RPG), método baseado na manipulação de vértebras e membros.

No primeiro caso, a fisioterapia, o colchão, o colete e a palmilha são empregados na correção postural, cada qual com sua aplicação e complementando-se uns aos outros. O colete, por exemplo, deve ser usado até se completar o crescimento do indivíduo, enquanto que as palmilhas posturais incrementam o tempo e a eficácia do tratamento.

O RPG, por sua vez, visa a liberação e o alongamento total dos músculos encurtados com o passar dos anos e que causam os devios posturais. O RPG tem suas manipulações sincronizadas com uma respiração específica para cada caso.

O tratamento para a hipercifose só é eficaz até os 15 anos de vida, por meio da fisioterapia, para o relaxamento muscular, e coletes em casos da curvatura muito acentuada, acima de 40°. Em casos raros também é usado o recurso da cirurgico. Nos idosos a hipercifose está associada à osteoporose. Todavia, em todos os casos a deformação é devidamente identificada e proscrito o tratamento ideal para ela.

Fontes:

  • http://www.ortopediadupe.com.br/dicas_de_saude.php?conteudo=134. Acesso em 06 de janeiro de 2010
  • http://www1.unimed.com.br/nacional/bom_dia/saude_destaque.asp?nt=1756. Acesso em 06 de janeiro de 2010
  • http://www.magnaspine.com.br/lordose.htm. Acesso em 06 de janeiro de 2010
  • http://www.wgate.com.br/conteudo/medicinaesaude/fisioterapia/traumato/coluna_vertebral/desvios_coluna.htm> . Acesso em 06 de janeiro de 2010
  • http://www.herniadedisco.com.br/doencas-da-coluna/cifose. Acesso em 26 de fevereiro de 2010
  • http://www.institutodador.com.br/tratamento_patologico_hipercifose.html. Acesso em 26 de fevereiro de 2010
  • http://www.cirurgiadacoluna.com.br/doencas_da_coluna.htm
AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.