Estado Vegetativo

Por Marlene Amariz
Define-se por “Estado Vegetativo” ao quadro no qual um indivíduo possa vir a se encontrar, apresentando ausência de reações, ausência de consciência de si e do ambiente circunstante, condição de estado de vigilância, ausência de respostas comportamentais aos estímulos ambientais, alternação dos estados de sono e vigília.

Uma pessoa em EV apresentará uma perda temporária ou permanente de toda a capacidade de pensamento e de comportamento consciente, porém conservam algumas outras funções autônomas e cerebrais como a respiração e a deglutição espontânea, apresentando até mesmo reações de sobressalto à ruídos muito altos, e em geral não necessitam de aparelhos para manutenção de suas funções vitais. A maioria dos indivíduos neste estado apresentam reflexos anormais acentuados, inclusive a rigidez e movimentos espasmódicos dos membros superiores e inferiores, em muitos casos as suas condições prolongam-se estavelmente por longos e indeterminados períodos de tempo.

O EV deve ser distinguido de coma, síndrome de locked-in, estado de consciência mínima e morte encefálica.

Porque ocorre o Estado Vegetativo (EV)?

O EV é resultante ocasionalmente, de uma lesão cerebral, de privação de oxigênio, e de doenças que produzem lesões cerebrais graves.

Diagnóstico

Um correto diagnóstico de EV requer uma observação clínica, atenta e prolongada, realizada por profissionais especializados e peritos, com o auxilio de instrumentos-padrão de avaliação para este tipo de paciente, num ambiente adequadamente controlado. Em alguns casos faz-se necessário a utilização de todas as tecnologias modernas disponíveis, para a obtenção de resultados corretos que beneficiarão não só o paciente, como a família, e as pessoas envolvidas com o caso.

Através de técnicas de imagem pode-se observar a persistência de algumas funções corticais e respostas à alguns tipos de estímulos, entre eles, a dor.

Prognóstico

Atualmente, devido à particularidade de cada caso, e de acordo com os métodos de investigação, não se pode prever se os pacientes de EV se restabelecerão ou não,muito menos considerá-los como doentes terminais.

Como os casos em geral, não possuem prognóstico, as avaliações limitam-se à indicação da causa e duração do EV.

Um paciente em condição de EV tem direito a um correto e minucioso diagnóstico visando a sua reabilitação, assistência de base, incluindo higiene, aquecimento, hidratação e nutrição, prevenção de complicações e controle de sinais de restabelecimento, ser tratado como qualquer outro paciente em relação à afetividade e gestão assistencial.

Sendo assim, deverão ser desencorajadas quaisquer situações de abandono ou decisões que possam caracterizar uma eutanásia, ao contrário, deverão ser desenvolvidas pesquisas a cerca da fisiopatologia cerebral e dos mecanismos relacionados à doença.

Considerações

O EV traz à tona reflexões sobre a dignidade de cada ser humano, sem distinção de raça, religião, cultura, condição sócio-econômica, etc.. Desta forma o paciente em condições de EV merece o respeito total aos seus direitos fundamentais, dos quais os primeiros são o direito à vida e a tutela da saúde.

Esta mesma atenção que parte dos agentes de saúde, e das pessoas em geral, assim como o apoio humano, psicológico, financeiro, deverá também estender-se às famílias, as quais estão mais próximas dos pacientes em EV, tendo assim, um sofrimento diário, e necessitando portanto, de pessoas que as façam integar-se à uma rede de relações humanas e solidárias, saindo assim do isolamento.

Fontes
- Federação Internacional das Associações dos Médicos Católicos
“ Algumas Reflexões Sobre os Problemas Científicos e Éticos relativos ao Estado Vegetativo”
- Distúrbios do Cérebro e dos Nervos, Cap. Estupor e Coma

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.