Palermo (Buenos Aires)

Localizado em Buenos Aires, capital da Argentina, o bairro de Palermo fica na parte nordeste da cidade e faz limite com as seguintes localidades: Rio de la Plata (leste), Villa Crespo e Colegiales (oeste), Almagro e Recoleta (sul) e Belgrano (norte). Palermo é considerado o maior bairro da capital e possui 15,9 quilômetros quadrados.

Bairro de Palermo (Buenos Aires, Argentina). Foto: Anibal Trejo / Shutterstock.com

Com interessantes localidades, Palermo é um dos bairros de Buenos Aires com a maior procura turística. O local apresenta um conglomerado de produtoras televisivas e cinematográficas (Palermo Hollywood), além do Zoológico de Buenos Aires, dos Bosques de Palermo e diversas discotecas, restaurantes e cafés.

Fora isso, no bairro é encontrado um dos clubes de tênis que fazem parte do conjunto de anfitriões da ATP de Buenos Aires (torneio de tênis realizado no país desde 1968), o Aires Lawn Tennis Club, que tem quadras de saibro. Também ligado ao esporte, o Horacio Billoch Caride Stadium (principal estádio) tem capacidade para mais de cinco mil pessoas e já foi sede durante a Fed Cup e da Copa Davis.

A origem do nome Palermo possui duas versões. Segundo alguns historiadores, sua origem vem da abadia de São Benedito de Palermo, de origem franciscana. O nome da construção é uma homenagem a um dos padroeiros da capital siciliana na Itália, que também se chama Palermo, daí a associação com o maior bairro de Buenos Aires. Porém, a versão mais popular é de que a região teria sido adquirida no fim do século XVI por Juan Domingo Palermo, um imigrante de origem italiana. De acordo com o portal Viajo por Argentina, “em Palermo viveu Manuel de Rosas que, em 1836, comprou lotes nos quais construiu sua residência de campo”.

Palermo teve uma grande fase de desenvolvimento em meados do século XIX, quando Domingo Faustino Sarmiento era presidente da Argentina. Sarmiento foi o criador do Jardim Zoológico da região, além do Palermo Race Track, Plaza Italia e Parque Tres de Febrero. No século seguinte, foram construídos os seguintes estabelecimentos no local: planetário Galileu Galilei, Jardim Japonês de Buenos Aires, Aeroparque Jorge Newbery, Jardim Botânico de Buenos Aires, além de uma infinidade de clubes de esportes.

Pelo bairro de Palermo passam diversas estações da linha D do metrô da cidade. São elas: Olleros, Ministro Carranza, Palermo, Plaza Italia, Scalabrini Ortiz e Bulnes. No que se refere às linhas ferroviárias, encontram-se no bairro as estações Retiro - Pilar (San Martin), Retiro - Tigre (Mitre) e a Retiro - José León Suárez (Mitre).

Fontes:
http://www.buenosairesturismo.com.br/cidade/palermo.php
http://www.buenosaires-sem-segredos.com/lugares_passeios/mapa_palermo.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Palermo_(Buenos_Aires)
http://www.viajoporargentina.com/capital/palermo/index_p.htm

Arquivado em: Argentina