Observatório do Valongo

Mestre em Astronomia (Observatório Nacional, 2016)
Graduado em Física (UFRPE, 2014)

O Observatório do Valongo (OV) é uma unidade acadêmica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde são oferecidos os cursos de graduação e pós-graduação em Astronomia. Esse Observatório está localizado no topo do Morro da Conceição, no bairro da Saúde, próximo do Centro do Rio de Janeiro.

O Observatório do Valongo, antigo Observatório Astronômico da Escola Polytechnica, que fora fundado em 1881 pelo Dr. Manuel Pereira Reis, ao lado do Convento de Santo Antônio, no Morro de Santo Antônio no Centro do Rio de Janeiro. A função deste observatório à época seria a de prover aulas práticas de Astronomia e Geodésia aos alunos da Escola Politécnica (Poli) e aos aspirantes da Escola da Marinha. Em 1901, iniciou-se a compra do primeiro telescópio que daria início à montagem deste observatório. O Telescópio Refrator Cooke & Sons, equipado para fotografia astronômica, à época o maior refrator do país, chegou apenas em 1907 no Brasil. O Observatório foi transferido para o Morro da Conceição, na década de 1920, devido às necessidades de urbanização da cidade do Rio de Janeiro. A maior parte do Morro de Santo Antônio foi desmontado no século XX. Inicialmente foi chamado de Observatório do Morro do Vallongo, pois no terreno onde veio a ser construído, havia a Chácara do Valongo.

De 1929 até 1957 as atividades do observatório passaram por um processo de estagnação até que as instalações do observatório foram cedidas ao Centro Brasileiro de Pesquisas Astrofísicas (CBPA), uma organização privada que buscava realizar pesquisa científica no país, que logo no segundo ano foram suspensas. Ainda em 1957, dois astrônomos do Observatório Nacional, Mário Ferreira Dias e Alércio Moreira Gomes, transferiram-se para o Observatório do Valongo. Em 1958, esses astrônomos criaram o Curso de Graduação em Astronomia da Faculdade Nacional de Filosofia (FNFi), do qual o Observatório do Valongo seria o sítio de aulas práticas, tal como fora para os alunos da Politécnica. O observatório foi incorporado à UFRJ como órgão suplementar do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza (CCMN), ligado ao curso de graduação em Astronomia, do Instituto de Geociências (IGeo) dessa mesma universidade depois da reforma universitária de 1967. Em 2018, o Curso de Astronomia do Observatório do Valongo completou 60 anos de existência.

Recentemente, com o aumento do número de visitantes na região portuária do centro do Rio de Janeiro devido à revitalização dessa área, o Observatório decidiu abrir as portas ao público, que pode mergulhar nos temas de Astronomia com especialistas na área. Todas as quartas-feiras do mês, além da programação regular, há visitação noturna para observação do céu. No sábado o programa de começa a partir das 14h, com uma visita guiada pelo acervo de instrumentos astronômicos. Ao fim de cada visita guiada pelas instalações do observatório, os visitantes podem assistir a uma palestra de divulgação científica com um astrônomo, e depois, por volta das 18h, fazer observações astronômicas, que terminam às 21:00h (podendo sofrer algumas pequenas modificações).

Referências:

https://vejario.abril.com.br/cultura-lazer/observatorio-do-valongo-e-aberto-a-visitacao/ (acessado em 03 de Dezembro de 2020)

https://ov.ufrj.br/ (acessado em 03 de Janeiro 2020)

Arquivado em: Astronomia, Telescópios