Colhereiro

O colhereiro é o nome comum das diversas aves ciconiformes, da família Threskiornithidae, gênero Platalea.

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Ciconiiformes
Família: Threskiornithidae
Gênero: Platalea

Colhereiro. Foto: Vinicius Bacarin / Shutterstock.com

As diferentes espécies existentes são:

  • Colhereiro-comum ou colhereiro-europeu(Platalea leucorodia);
  • Colhereiro-americano (Platalea ajaja ou Ajaja ajaja);
  • Colhereiro-africano (Platalea Alba);
  • Colhereiro-de-cara-preta (Platalea minor);
  • Colhereiro-de-bico-amarelo (Platalea flavipes);
  • Colhereiro-real (Platalea regia);

Habitam a região neotropical, distribuindo-se do sul dos Estados Unidos à  Argentina, ocorrendo também em áreas do Equador e Peru. Existe também o colhereiro-europeu, que vive na região sul da Europa.

Esta ave é pernalta e vive em terrenos pantanosos, mangues ou lagos ricos em vegetação. Sociáveis, procuram não apenas a companhia de seus iguais como, muitas vezes, se juntam a outras aves aquáticas (íbis e garças).

Duas coisas chamam particularmente a atenção no colhereiro: o bico, longo, achatado e alargado na extremidade; e a cor da plumagem. Na verdade, ele nasce branco, mas por volta dos 3 anos de idade adquirem o tom rosa-brilhante tão cobiçado pelos comerciantes de plumas; a plumagem do colhereiro-europeu é branca em todas as épocas da vida.

Sua dieta é composta de pequenos peixes, crustáceos, insetos e moluscos. Para apanhar o alimento, mantém o bico semi-aberto e submerso, ao mesmo tempo, anda e faz movimentos com a cabeça; alimenta-se sozinho ou em grupos. A coloração de sua plumagem advém dos pigmentos encontrados em suas presas, especialmente crustáceos. Em cativeiro, caso não haja uma dieta capaz de fornecer os pigmentos necessários, tornam-se rosa muito claro ou esbranquiçado.

Essas aves preparam seus ninhos em colônias mistas com outras aves, associando-se muito comumente ao cabeça-seca. Os ninhos são encontrados, normalmente, na parte mais interna e baixa das árvores, sendo uma das últimas das espécies coloniais a reproduzir-se.

Geralmente, a fêmea realiza a postura de 2 a 3 ovos, que são incubados por, aproximadamente, 22 dias. Após 6 semanas, o filhote começa a voar e, aos 3 anos de idade, atinge a maturidade sexual. Vivem em torno de 10 a 15 anos.

Mundialmente, está ameaçado de extinção. Entretanto, encontra-se em perigo em determinadas regiões, como no Pantanal e em Minas Gerais. São indicadores de boa qualidade ambiental, pois é extremamente sensível à poluição, não resistindo muito tempo quando esta está presente.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Colhereiro
http://www.avedomestica.com/index.php?option=com_content&task=view&id=2760&Itemid=260
http://www.zoologico.sp.gov.br/aves/colhereiro.htm
Guia Ilustrado – O Mundo dos Animais – Aves III. Editora Nova Cultura, 1990.
Ilustração: Jacobus Houbraken [Public domain], via Wikimedia Commons

Arquivado em: Aves