Fernando Meirelles

Mestre em Artes Visuais (UDESC, 2010)
Graduada em Licenciatura em Desenho e Plástica (UFSM, 2008)

Cineasta, produtor e diretor brasileiro, Fernando Meirelles tornou-se internacionalmente conhecido após ser indicado ao Oscar de melhor diretor com o filme “Cidade de Deus”.

Fernando Meirelles é paulista e nasceu em nove de novembro de 1955. Desde muito jovem interessou-se pela arte audiovisual quando ganhou de presente uma câmera filmadora. Ainda quando criança conheceu inúmeros lugares, especialmente a Ásia, América do Norte e a África, em viagens com o pai que era médico. Essas viagens permitiram que Meirelles conhecesse diferentes culturas, expandindo seu conhecimento e visão de mundo, adquirindo um olhar mais humano.

Na juventude entrou para o curso de arquitetura na Universidade de São Paulo concluindo seu trabalho de final de curso com um filme. Apesar de ter um diploma de arquitetura em mãos, Fernando Meirelles optou por não seguir esta carreira. Junto com outros amigos - Paulo Morelli, Marcelo Machado, Dário Vizeu e Beto Salatini -, também, interessados na arte do audiovisual abriu uma produtora independente, chama “Olhar Eletrônico” que produzia filmes experimentais. A produtora que começou despretensiosa, obteve sucesso com vários trabalhos elogiados pelo público, entre eles o programa de televisão “Castelo Ra-Tim-Bum” uma série infanto-juvenil e educativa, exibida pela TV Cultura me meados da década de 1990. Ainda nos anos 90, Fernando Meirelles, a produtora “Olhar Eletrônico” deu lugar a “O2 Filmes”, produtora que tinha o foco inicial em vídeos e campanhas publicitárias, tornando-se um dos principais nomes nesse segmento no país.

Foi também com o gênero infantil que Meirelles estreou no cinema com o filme “Menino Maluquinho 2 – A aventura” de 1998. No entanto, a produção “Domésticas – o Filme” de 2001, foi a primeira marcante de sua carreira, chamando atenção para esta classe social, a produção tem o roteiro aclamado pela crítica. No ano seguinte, a carreira de Fernando Meirelles transforma-se com a produção do filme “Cidade de Deus”, uma adaptação do livro homónimo de Paulo Lins. Muito aclamado no exterior pela representação das favelas brasileira, o filme recebe quatro indicações ao Oscar, incluindo a de melhor diretor. O filme, abriu para ele o acesso internacional no meio cinematográfica, embora Meirelles fosse um estreante.

Com isso, Fernando Meirelles ainda filmou “O Jardineiro fiel” de 2005, produzido com diálogos em inglês e ambientado o Quênia. O filme recebeu grande repercussão positiva, rendendo-lhe duas indicações de melhor diretor, uma indicação ao Globo de Ouro e outra ao BAFTA.

Baseado no livro de mesmo título do escritor português José Saramago, o filme “Ensaio sobre a cegueira” de 2008 uma produção brasileira, canadense e japonesa, também, foi aclamado pelo público abrindo o Festival de Cannes.

Ainda com a direção de películas internacionais, Fernando Meirelles dirige o filme “360” estrelado em 2012 com os atores Anthony Hopkins e Bem Foster. Em 2013, Meirelles atua como produtor na série “A verdade de cada um”.

Atualmente, Fernando Meirelles está envolvido com uma cinebiografia do Papa Francisco intitulada “O Papa” que ainda não tem previsão de estreia.

Arquivado em: Biografias, Cinema