Mauricio Macri

Ensino Superior em Comunicação (Universidade Metodista de São Paulo, 2010)

Mauricio Macri é empresário, diretor esportivo, engenheiro civil e presidente da Argentina cumprindo mandato desde 2015. Casou-se três vezes e tem quatro filhos.

Mauricio Macri em 2016. Foto: Casa Rosada.

Nascido em 8 de fevereiro de 1959 em Tandil, cidade localizada na província de Buenos Aires, Argentina. Macri é filho de Alicia Blanco Villegas e Franco Macri, imigrante italiano que chegou à Argentina em 1940 e se tornou um dos empresários mais importantes do país empreendendo em construção na área privada. Atualmente lidera a Sociedade Macri (SOCMA), que incorpora empresas de construção, automóveis, correio e coleta de lixo.

Mauricio Macri graduou-se em Engenharia Civil pela Universidade Católica Argentina, iniciando sua vida profissional nas empresas do pai aos 23 anos. As relações não eram fáceis entre eles, então Macri se afastou do grupo familiar e começou a direcionar sua carreira para o mundo esportivo, exercendo cargos administrativos no futebol. Foi presidente do time mais popular da Argentina, o Boca Juniors, de 1995 a 2007, tendo assim seu nome muito conhecido pela população.

No final dos anos 1990 estreitou relações com Carlos Menem, presidente na época. Após essa vivência, fundou o partido Compromisso pela Mudança (CpC) em 2003, que posteriormente tornou-se Proposta Republicana (PRO). Tentou a candidatura para prefeito de Buenos Aires nesse ano, sem sucesso. Em 2005, foi eleito deputado federal e em 2007 assumiu a prefeitura de Buenos Aires, sendo reeleito em 2011.

Em novembro de 2015 foi eleito como 56º presidente da Argentina, vencendo com quase 52% dos votos. Desde a instituição do voto no país, foi a primeira vez em 100 anos que o candidato eleito era não peronista nem radical social-democrata.

Macri assumiu o país com um cenário econômico complicado, déficit orçamentário, alta taxa de desemprego e clima de desconfiança da população e dos investidores. Com a inflação atingindo 30% ao ano, o presidente tomou medidas para estabilizar a moeda, mas o quadro não melhorou. Foram criados então programas públicos empregatícios e Macri direcionou esforços para fortalecer os laços políticos e econômicos com Estados Unidos, Europa e Ásia oriental para gerar renda e atrair investidores. Pensando nos problemas energéticos, anunciou investimentos para os depósitos de xisto na Patagônica.

Macri se posicionou contra os abusos de direitos humanos cometidos por Nicolás Maduro na Venezuela, lutando para sua a exclusão do Mercosul. Com Michel Temer, presidente do Brasil na época, o argentino firmou o livre comércio entre os países e juntos estreitaram suas relações com a segunda maior economia latino-americana, o México. A economia da Argentina reagiu de forma lenta a todas as soluções adotadas, trazendo a população para greves e protestos em 2018.

Em 2016 documentos conhecidos como “Panamá Papers” apontaram o envolvimento de Mauricio Macri na diretoria de uma empresa de fachada. O político foi citado como dono da Fleg Trading Co. sediada nas Bahamas e da Kagemusha no Panamá, informações omitidas na declaração de bens divulgada durante sua posse.

Foi iniciada uma investigação formal em abril de 2016, tendo como acusação inicial possível crime de perjúrio. Segundo as hipóteses levantadas na investigação, as empresas eram mantidas com o objetivo de lavagem de dinheiro, recebimento de propina e obtenção de possíveis vantagens nos contratos junto ao governo nas últimas décadas. Em 2018, a imprensa argentina divulgou novas informações revelando que Mariano e Gianfranco, irmãos de Mauricio Macri, seriam donos da empresa de gaveta BF Corporation. As investigações continuam.

Fontes:

https://www.casarosada.gob.ar/el-presidente/biografia

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/11/1709756-conheca-mauricio-macri-que-assumira-presidencia-da-argentina.shtml

https://www.dn.pt/mundo/interior/novas-revelacoes-envolvem-presidente-da-argentina-9490951.html

https://www.poder360.com.br/panama-papers/panama-papers-descobertas-internacionais-atingem-messi-e-familia-de-macri/

Arquivado em: Biografias