Norah Jones

A aclamada intérprete, pianista e compositora de jazz Norah Jones nasceu em Nova Iorque, no condado norte-americano do Brooklyn, no dia 30 de março de 1979. Ela foi batizada como Geetali Norah Jones Shankar, assumindo o atual nome artístico aos 16 anos. Seu pai, Ravi Shankar, também é um importante músico indiano.

Embora suas influências também provenham da fonte paterna, ela cresceu longe do pai, junto à mãe, Sue Jones, na cidade de Dallas, no Texas, para onde elas se transferiram quando Norah tinha apenas 4 anos. Do lado materno ela também herdou a veia musical, pois a mãe era proprietária de uma invejável coleção de vinis de Billie Holiday, diva do jazz.

Seus estudos foram realizados no Booker T. Washington High School, onde ela cursou Artes Plásticas e Visuais, e na University of North Texas, na qual ela se graduou na esfera do jazz piano. Seu talento é precoce, pois ainda criança, aos 5 anos, ela já cantava em corais na Igreja, e aos 7 principiou suas aulas de piano.

Quando completou 16 anos ela realizou seu primeiro show, no qual ela arriscou sua interpretação pessoal de Billie Holiday, cantando I'll Be Seeing You, em um pequeno café. Neste período ela também recebeu seus primeiros prêmios, o Down Beat Student Music Awards, como Melhor Vocalista de Jazz e Melhor Composição Original, em 1996, e o SMA, concorrendo como Melhor Vocalista de Jazz, em 1997.

Em 1999 ela abandonou o Texas e retornou para Nova Iorque. Aí ela realizou alguns shows ao lado da banda Wax Poetic, ao longo de um ano. Logo depois, porém, decidiu compor seu grupo pessoal, integrado por Jesse Harris, Lee Alexander e Dan Rieser. Em 2001 Norah Jones gravou o EP First Sessions, com uma tiragem de apenas dez mil cópias.

Seu primeiro disco, Come Away With Me, lançado em 2002, lhe rendeu o Grammy 2003 – ela conquistou nada menos que oito prêmios nesta cerimônia, englobando o cobiçado Melhor Artista Revelação - e deu um notável impulso a sua trajetória musical.

Este trabalho é fruto de uma fusão de jazz, soul, country e folk-pop, marcado porém pela essência do jazz piano. As vendagens foram bem altas, pelo menos vinte e três milhões de cópias ao longo do Planeta. O segundo CD, Feels Like Home, surgiu no mercado em 2004. Neste álbum ela optou por uma tendência mais country.

Apenas uma semana depois de conquistar as prateleiras, o novo disco rendeu um milhão de cópias vendidas. Nesta mesma época Norah foi considerada pela Time uma das personalidades mais influentes de 2004. Novamente ela repetiu seu feito, angariando no ano seguinte três estatuetas no Grammy de 2005, dois deles por sua participação no single Here We Go Again, ao lado de Ray Charles.

2003 foi o ano que marcou o nascimento da banda The Little Willies, a qual apresenta Norah Jones no piano e como intérprete, Richard Julian nos vocais, Lee Alexander no baixo, Jim Campilongo nas guitarras e Dan Rieser na bateria. O CD deste grupo opta pela versão própria de músicas de Willie Nelson e outros ícones da música country.

Seu disco Not Too Late traz 13 gravações originais, das quais sobressaem Sinkin Soon, com a participação do intérprete e compositor M. Ward, e Thinking About You, composta em 1999. Seu trabalho mais recente, The Fall, de 2009, revela uma fusão do rock com a soul music, e é marcado por sua parceria com Ryan Adams em Light as a Feather, além de abrigar uma de suas mais belas performances em It’s Gonna Be.

Em 2008 ela rompeu seu relacionamento com o baixista que estava ao seu lado desde o início, Lee Alexander. Um ano antes ela estreou no cinema como protagonista no elogiadíssimo My Blueberry Nights, dirigido por Wong Kar-wai. Ela também pontuou a trilha sonora deste filme com sua voz aveludada, constantemente comparada às de Billie Holiday e Nina Simone.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Norah_Jones
http://jovempanfm.virgula.uol.com.br/musica/superstar/index.php?id=59
http://bravonline.abril.com.br/conteudo/musica/norah-jonas-colecionadora-records-critica-510424.shtml

Arquivado em: Biografias, Música