Papa Cornélio

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Cornélio foi o 21º papa da história da Igreja Católica.

Nascido em Roma no ano 200, Cornélio viveu um momento complicado para os cristãos. Em meados do século de seu nascimento, o Imperador Décio perseguia os cristãos do Império Romano, chegando a ordenar que cometessem sacrifícios religiosos, em 250, pois, em caso contrário, seriam sentenciados à morte. A ameaça fez com que alguns cristãos apostatassem, outros realizassem os sacrifícios e alguns se recusassem, o que os levou à morte. Nesse cenário persecutório, o papa Fabiano se recusou a atender os ordenamentos do imperador e foi um dos cristãos martirizados. Para agravar a crise na Igreja Católica, Décio tentou impedir a eleição de um novo papa, mas, forçado a se ausentar de Roma para combater os godos, a eleição foi realizada. Na ocasião, Cornélio, contra sua vontade, foi eleito papa em 251.

O papado de Cornélio foi muito turbulento. Já havia um cenário anterior estimulado pelo Imperador Décio desfavorável, mas, semanas depois, Novaciano se proclamou antipapa, gerando um cisma. Novaciano achava que seria eleito papa e não concordou com a derrota. Só que Cornélio tinha o apoio de importantes religiosos da época e de diversas regiões cristãs, enquanto Novaciano era apoiado apenas por uma minoria do clero de Roma. Cornélio reagiu excomungando Novaciano.

O papa Cornélio enfrentou as perseguições contra os cristãos e o cisma da Igreja, demonstrando grande capacidade para ser um líder religioso, mesmo que não fosse seu interesse ser papa. Possuía dons diplomáticos também para solucionar problemas políticos. Perfil que o tornou um exemplo para todos os papas que o sucederam. A morte de Décio não aliviou a perseguição aos cristãos porque o sucessor, Treboniano Galo, também foi um opositor. O novo imperador exilou o papa em Civitavecchia. Após uma vida toda dedicada ao cristianismo, Cornélio faleceu em reclusão em 253.

O papa Cornélio é venerado pela Igreja Católica. Tornou-se santo, São Cornélio. Seu sucessor foi Lúcio I.

Fontes:
http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/PPCorne1.html
RENDINA, Claudio. I Papi. Storia e segreti, Roma, Newton & Compton, 1983.

Arquivado em: Biografias