Papa João V

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

João V foi o 82º papa da história da Igreja Católica.

Nascido na Antioquia, na Síria, no ano 635, João era um homem generoso e filho de sírios. Há poucas informações a respeito de sua vida antes do pontificado, mas sabe-se que ele sempre foi voltado para a educação religiosa cristã. Era um homem sábio e moderado que buscou a satisfação de sua vida através da religião, a qual se dedicou por completo. Começou a exercer suas funções religiosas como diácono e se tornou representante apostólico no Sexto Concílio Ecumênico, em 682, voltando para Roma com os documentos oficiais da ocasião. Com o falecimento do Papa Bento II, foi eleito para a sucessão no dia 23 de julho de 685.

O Papa João V tomou uma decisão que foi repleta de implicações para a época. Ele se consagrou papa sem esperar a autorização do imperador do Oriente. Assim, ele emancipou o papado de sua tutela e, mesmo desta forma, manteve sua simpatia. De tal maneira que o imperador reduziu os impostos cobrados sobre os patrimônios papais na Sicília e na Calabria e ainda reduziu outros fardos fiscais da Igreja Católica. Mas foi um ato político importante para emancipação da Igreja que ajudaria a construir o contexto de poderio e autonomia dos católicos durante toda a Idade Média na Europa.

Outro importante evento do pontificado de João V foi a reunião de um concílio para organizar as dioceses de Sardenha e Córsega. O papa conseguiu fazer com que essas igrejas ficassem sob sua autoridade diretamente e, então, somente a Santa Sé poderia nomear os bispos das ilhas. Mas as implicações de seu papado cessaram aí, porque João V permaneceu pouco mais de um ano como líder da Igreja Católica. Só que essas duas medidas políticas foram muito significativas para o poderio católico e a administração de seu reino.

Diz-se que o Papa João V era muito generoso e que teria chegado a distribuir cerca de dois mil soldos aos pobres. Mas suas ajudas acabaram no dia dois de agosto de 686 ao ser vitimado por uma longa enfermidade aos 51 anos de idade. Ele iniciou uma longa série de papas provenientes do Oriente. Seu sucessor foi o Papa Cónon.

Fontes:
DUFFY, Eamon. Santos e Pecadores: história dos Papas. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Petrópolis: Editora Vozes.
THOMAS, P. C. A Compact History of the Popes. St Paulos BYB, 2007.

Arquivado em: Biografias