Papa Lúcio III

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

Lúcio III foi o 171º papa da história da Igreja Católica.

Nascido em Roma, na Itália, no ano 1100, Ubaldo Allucingoli dedicou toda a sua vida à Igreja Católica e comungou do poder e da credibilidade que a instituição religiosa possuía durante a Idade Média. Com o fim do Império Romano, a Igreja Católica ocupou a lacuna de poder deixada pelos romanos e passou a ser a grande influência do mundo ocidental, estabelecendo uma dominação cultural que caracteriza a humanidade até os dias atuais. Ou seja, ser papa era ter muitos poderes e muitas vidas em mãos.

Com o falecimento do Papa Alexandre III, Ubaldo Allucingoli foi eleito no dia primeiro de setembro de 1181 para ser seu sucessor. Na ocasião, Ubaldo já estava com 81 anos de idade, mas ainda teria fôlego para lidar com seu tumultuado papado, adotando o nome de Lúcio III. Havia, naquele momento, constantes tumultos em Roma e muitas acusações e manifestações supostamente heréticas. Foi Lúcio III quem criou a Inquisição Episcopal, no ano 1184, para reprimir os ditos hereges. Entretanto, os tumultos em Roma forçaram o papa a se transferir para Verona, local de onde não voltaria mais.

O papado de Lúcio III passou por um problema diplomático com Frederico Barba-Roxa, famoso imperador da Alemanha. A situação foi amenizada quando o papa realizou o matrimônio de Henrique, filho de Frederico, com Constancia de Sicília. A medida unificaria o Reino da Alemanha com o Reino da Sicília. Assim, atendia a interesses e pacificava um pouco o ambiente. Mas, sem dúvida, o maior desafio de seu papado foi combater as supostas heresias que aumentavam rapidamente. Uma das situações mais emblemáticas do papado de Lúcio III envolveu Pedro Ubaldo, um ex-banqueiro de Lyon que vivia em oração e pobreza. Ele e seus seguidores acreditavam que a salvação dependia de uma vida em pobreza, o que os levava a doar todos os seus bens. No entanto, esta postura era condenada como herética pela Igreja Católica, que intensificou o combate aos hereges.

O Papa Lúcio III promulgou uma constituição para lutar contra heresias que iria abrir caminho para o futuro tribunal da Santa Inquisição. Após quatro anos de papado, Lúcio III faleceu no dia 25 de novembro de 1185 e o Papa Urbano III foi escolhido para ser seu sucessor.

Fontes:
DUFFY, Eamon. Santos e Pecadores: história dos Papas. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
FISCHER-WOLLPERT, Rudolf. Os Papas e o Papado. Petrópolis: Editora Vozes.

Arquivado em: Biografias