Rainha Elizabeth II

Licenciatura em História (IFG, 2022)

Este artigo foi útil?
Considere fazer uma contribuição:


Ouça este artigo:

Elizabeth II foi a rainha que por mais tempo reinou como soberana britânica. Tendo subido ao trono em 1952, permaneceu nele até a sua morte, em setembro de 2022, quando tinha 96 anos de idade, sendo sucedida pelo seu filho Charles III. Seu mandato foi marcado pelas polêmicas envolvendo quebras de protocolo, a morte da princesa Diana e os luxos que norteiam a vida da família real britânica.

Elizabeth Alexandra Mary nasceu no dia 21 de abril do ano de 1921, na cidade de Londres, mas não estava na linha sucessória para se tornar a rainha, por ser filha de George, irmão mais novo de Edward, esse ultimo sim, o primeiro na fila sucessória para assumir o trono britânico.

Rainha Elizabeth II

Como Edward abdicou o trono para se casar com uma americana divorciada, algo proibido pelas regras da monarquia, seu irmão mais novo, George, foi nomeado como o novo rei: George VI. Esse fato transformou Elizabeth, que era a filha mais velha de George (na época com 10 anos de idade), na próxima na sucessão do trono.

Em 1947 se casou com o príncipe Philip, Duque de Edimburgo, que ela havia conhecido antes da Segunda Guerra Mundial, e em 1948 tiveram o seu primeiro filho: o príncipe Charles (atual rei). Dois anos depois nascera a filha Anne.

Seu pai, George VI, no entanto, vinha enfrentando um terrível câncer em seu pulmão, vindo a falecer em 6 de fevereiro de 1952, quando tinha 56 anos de idade, no mesmo dia, Elizabeth, na época com 25 anos, assumiu ao trono.

A sua coroação oficial, em 1953, foi a primeira coroação da história a ser transmitida pela televisão, além de foi narrado em transmissões de rádio para a população.

Em seu governo, o Reino Unido e o mundo como um todo passavam por grandes transformações e agitações, em decorrência do fim da Segunda Guerra Mundial e do início da Guerra Fria, acompanhado pelo traumático processo de descolonizações em toda á África e Ásia, levando a desintegração do Império Britânico (o maior que já existiu na história).

Fora nesse momento que se formou a chamada Commonwealth, uma organização de países que compõem com o Reino Unido, uma comunidade, que sucedeu o império, após a descolonização de mais de 50 nações. A rainha Elizabeth passou a ocupar também o cargo de chefe desse grupo.

Após se tornar rainha, veio a ter outros dois filhos: Andrew em 1960 e Edward, em 1964.

Polêmicas

Em 1970, em uma visita oficial a Austrália, Elizabeth quebrou um protocolo, que exigia que se mantivesse a distâncias seguras de multidões, ao caminhar entre a população do país. Elizabeth também colocou fim a regra que privilegiava os filhos homens dos monarcas, nos rituais de sucessão pelo trono.

A partir dos anos 1980, tornaram-se famosos os diversos atritos entre a rainha e seu filho Charles, por conta do seu casamento com Diana Spencer. O casamento acabou chegando ao fim em 1992. Ao fim do mesmo ano, a residência oficial da família real, o castelo de Windsor pegou fogo, e filmagens flagraram vários itens de luxo sendo resgatados da residência em meio a confusão, o que se tornou um escândalo na mídia. Após isso, a rainha acabou concordando com as críticas e resolveu pagar alguns impostos em cima de sua riqueza.

O ano de 1992 foi descrito por Elizabeth através da expressão em latim: “Annus Horribilis”, que significa “ano horrível”.

Mas, outro ano que veio a ser conturbado para a vida da rainha, foi o de 1997, quando Diana, que era muito popular na Inglaterra, acabou morrendo em um acidente de carro, o que gerou rumores de que a rainha poderia estar, de alguma forma envolvida com o acidente, hipótese descartada após investigações da polícia.

Em 2021, no mês de abril, seu marido Philip faleceu, contando com 99 anos de idade.

Foi em seus tempos de reinado que o Reino Unido saiu da União Europeia no processo conhecido como Brexit, e enfrentou a pandemia global do covid-19.

E ainda no mesmo ano, outro choque abalou a imagem da rainha e da família real: a saída do príncipe Harry da linha sucessória ao trono. Em uma entrevista dada nos Estados Unidos, para Oprah Winfrey, o casal afirmou que a saída seria motivada porque a esposa de Harry, Meghan, sofria discriminações raciais por parte de alguns integrantes da família real.

As 11 horas e 10 minutos da manha do dia 8 de setembro de 2022, Elizabeth II faleceu, em seus 96 anos, no Castelo Balmoral na Escócia, de “velhice”, conforme conta em seu certificado de óbito.

Fontes:

Exame. Veja15 momentos e imagens históricas do reinado de Elizabeth II. 07/02/2022. Atualizado em 08/09/2022. Disponível em: https://exame.com/mundo/veja-15-momentos-e-imagens-historicas-do-reinado-de-elizabeth-ii/ (Acessado dia: 22/12/2022).

SOUZA, Talita d. Elizabeth II: 10 momentos marcantes para entender o reinado da monarca. Correio Braziliense. 08/09/22. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/mundo/2022/09/5035518-elizabeth-ii-10-momentos-marcantes-para-entender-o-reinado-da-monarca.html ( Acessado dia: 22/12/2022).

CNN BRASIL. Rainha Elizabeth morreu de “velhice”, mostra atestado de óbito. 29/09/2022. Disponível em: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/causa-da-morte-da-rainha-elizabeth-ii-e-revelada/ ( Acessado dia: 22/12/2022).

Arquivado em: Biografias