Waldo Vieira

O Professor Waldo Vieira nasceu na cidade de Monte Carmelo no dia 12 de abril de 1932. Ao longo da vida ele acumulou em seu currículo as profissões de lexicógrafo, dentista e médico, consagrando-se também como importante médium brasileiro. Ao completar nove anos ele se dedica a estruturar sua primeira biblioteca.

Já aos 14 anos ele relata pelo menos 50 eventos mediúnicos e se dá conta do valor do desdobramento espiritual, também denominado projeção. Devota-se então à pesquisa deste tema e, aos 17 anos, elabora várias deduções e organiza significativas referências bibliográficas.

Para concluir suas graduações em Odontologia e em Medicina, na cidade mineira de Uberaba, onde reside nesta época, ele trabalha incansavelmente, e ao mesmo tempo cria variados artigos e obras referentes ao Espiritismo. Neste mesmo período, Waldo conhece Chico Xavier, o médium brasileiro mais importante, e desta parceria resultam várias obras, especialmente a saga psicografada do espírito André Luiz, produzida de 1950 a 1960.

De 1959 a 1966 ele reserva um vasto espaço de sua casa para montar sua biblioteca particular, e simultaneamente se esmera na prática da caridade. Em 1966 ele abandona a militância espírita e se converte em estudioso autônomo, fixando-se na cidade do Rio de Janeiro, aí permanecendo até 1978. Um ano depois, ele publica Projeções da Consciência – Diário de Experiências Fora do Corpo Humano.

Em terras cariocas ele chama a atenção do mundo para suas pesquisas no campo das vivências fora-do-corpo e da Projeciologia, partindo do ponto de vista que estas experiências são fundamentais para a construção da consciência plena. No ano de 1981 o professor torna-se co-fundador do Centro da Consciência Contínua, instituição especializada em investigar estes fenômenos e as condições alteradas da consciência.

Waldo tem um vasto currículo: realizou sua pós-graduação no campo de Plástica e Cosmética, em Tóquio, capital japonesa; escreveu vários tratados, vinte livros e inúmeros artigos sobre Projeciologia e Conscienciologia; integra a Society for Psychical Research, fundação londrina, e a American Society for Psychical Research, de Nova York; co-fundou o Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC), o Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC), a International Academy of the Consciousness (IAC), a Associação Internacional para Evolução da Consciência (ARACÊ), a Organização Internacional de Consciencioterapia (OIC) e a Associação Internacional de Inversão Existencial (ASSINVÉXIS).

Seu tratado Panorama das Experiências Fora do Corpo Humano, publicado em 1986, ocupa as prateleiras das principais bibliotecas mundiais e oferece 1907 menções bibliográficas universais sobre a Projeciologia, consagrada como ciência a partir da difusão desta obra. Outro trabalho, 700 Experimentos da Conscienciologia, lançado em 1994, consolida a Conscienciologia como disciplina científica.

Em 1996, Waldo concretiza importante doação ao Centro de Altos Estudos da Conscienciologia (CEAEC), sua própria biblioteca, que contém o mais vasto panorama mundial sobre a Projeciologia. No início do novo milênio o professor se transfere para Foz de Iguaçu, devotando-se a partir daí a um empreendimento grandioso, a elaboração da Enciclopédia da Conscienciologia - seu primeiro volume é publicado em 2006.

Em 2001 ele é incluído pelo International Biographical Center, de Cambridge, Inglaterra, no rol dos Intelectuais do Século XXI. Seu tratado mais novo, lançado em 2006, é intitulado Homo Sapiens Pacificus, e é considerado um dos melhores compêndios sobre Cosmoética ou Ética Cósmica.

Fontes:
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20081223040325AAmgRdR
http://pt.wikipedia.org/wiki/Waldo_Vieira

Arquivado em: Biografias