Almorávidas

Os Almorávidas são bárbaros que formaram uma espécie de associação de caráter religioso. Eram seguidores de Abdallah ibn Yasin, que era um grande teólogo do Islã ortodoxo, e que foi chamado por um dos lideres bárbaros que controlavam uma região do Saara.

O termo "Almorávida" só começou a ser popular por volta do século XI, quando eles começaram a ganhar força e serem conhecidos como o “povo da fortaleza” no oriente, e Almorávidas no ocidente.

Os objetivos dessas associações religiosas eram estabelecer um estado ou uma comunidade política em que possam ser aplicados os princípios islâmicos, inclusive até mesmo aplicar o conceito de jihad, conhecida como a “guerra santa”, em que os muçulmanos em uma maneira de expandir o islã para povos que não são seguidores poderiam fazer o uso da guerra para impor o islamismo a povos que não seguem essa religião.

Em 1055 conseguiram se apoderar de outros dois grandes e importantes centros comerciais de ouro que vinha do centro da África pelo deserto do Saara, Sijilmasa e Awdaghust, sendo o último conhecido também como Audagost.

No ano de 1059 morreu o Ibn Yasin, e quem o sucedeu foi Abu Bark e que teve grandes méritos também - ele conseguiu conquistar a região Noroeste da África até sua morte em 1087.

Em apenas 20 anos, os Almorávidas conquistaram o domínio de vários territórios, se estendendo do Senegal até o centro da península ibérica. Para exercerem seu poder, eles fundaram também uma nova capital no Marrocos, Marrakesh.

Em meio a tudo isso os Almorávidas islamizavam boa parte da população dominada, como a do antigo Império de Gana, que se localizava onde é atualmente a Mauritânia e Mali. Sob seu governo nesses territórios, surgiu o que denominamos de cultura mista ou hispano-árabe-berbere-negra, que influenciaria todo o conjunto de população ali residente. Hispano porque eles também tinham dominado boa parte da península ibérica, principalmente algumas regiões Espanholas.

Essa dinastia do Almorávidas cultuou o poder e glória durante aproximadamente 100 anos, quando assim foram sucedidos por uma outra dinastia, a dinastia dos almóadas.

Os almóadas chegaram ao poder por volta de 1125 em Magrebe, e surgiu das tribos Zanatas (outros povos berberes), que conseguiram aplicar com uma nova mentalidade islâmica de forma rigorosa. Os Almorávidas então, já relaxados, acabaram cedendo ao poderio dos Almóadas após a queda da sua capital Marrakesh, e também passando o poder a eles de toda a região Espanhola muçulmana, terminando assim o domínio Almorávidas.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Almor%C3%A1vidas
http://www.islam.org.br/os_almoravidas.htm
http://www.infopedia.pt/$almoravidas
http://geocarto.org/mapAlmoravidasMW.html