Sumerianos

Primeiros povos que habitaram a região da Mesopotâmia, os sumerianos eram asiáticos e, até hoje, suas origens não foram bem definidas. De acordo com alguns historiadores, eles teriam surgido na região central do continente asiático. Outra característica dos sumerianos que causa dúvidas é o seu idioma, considerado aglutinante e que integra o grupo asiânico. Os primeiros registros destes povos têm data no quarto milênio, quando pequenos grupos migratórios chegaram de forma gradual à Baixa Mesopotâmia. A existência dos sumerianos foi dividida em quatro períodos, definidos de acordo com fenômenos apresentados por eles: época do desenvolvimento da glíptica, da escultura, da escrita e da Astrologia.

A sociedade dos sumerianos configurava-se da seguinte forma: viviam em comunidades urbanas e as decisões governamentais eram definidas em assembleias de anciões. Porém, este panorama foi sendo alterado ao longo dos anos. Tais assembleias fora perdendo a importância e, em seu lugar, o poder de decisão foi concentrado em uma só pessoa que era conhecida como petesi, lugal ou ensi.

Durante o século XXIV a.C., a expansão dos sumerianos foi contida pelas invasões dos povos semitas. Entre os grupos de semitas, os acadianos foram importantes para a cultura sumeriana, pois a assimilaram e fundaram a Monarquia de Agadê, um pequeno Estado. Outra contribuição do povo sumeriano está no campo das artes. Sua literatura, encontrada em diversos tabletes feitos de argila, apresenta textos cuneiformes com uma produção variada e prolífica para a época. Uma curiosidade é que estas obras eram anônimas. Esta característica difere bastante dos tempos atuais, onde uma das realizações maiores para o autor é ver seu nome consagrado pela obra que produz. Na civilização suméria, o artista era, antes de tudo, um artífice, ou artesão, que não tinha a menor preocupação em ver seu nome ser perpetuado na história. Na arte sumeriana, não havia intenção de originalidade ou inovação, era apenas uma arte remunerada ou gratuita, muitas vezes encomendada.

A maior parte da produção de textos deste povo apresenta assuntos como: listas de objetos, balanços de finanças, contratos e assuntos de economia. Entre outros temas, são encontradas obras jurídicas, que apresentam alguns dispositivos para solucionar casos isolados e particulares. Entre estes registros, o mais conhecidos e antigo é o Código de Ur-Namu, com data em2050 a.C. Este documento faz a descrição de antigos costumes que foram transformados em leis e enfatiza penas pecuniárias relacionadas a delitos, substituindo as penas talianas.

Fontes:
http://www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/sala_de_aula/historia/historia_geral_idade_antiga/povos_da_mesopotamia/civil_mesopotamica_sumeria
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sumerianos
http://www.olhatecnologia.net/temasdiversos/Sumerios.txt