Síndrome de Felty

A síndrome de Felty compreende a tríade de artrite reumatoide, neutropenia (diminuição da contagem de neutrófilos sanguíneos) e esplenomegalia (aumento do baço).

Não se sabe ainda a causa desta síndrome; todavia, é mais comum em indivíduos que já tiveram artrite reumatoide por um longo tempo (acomete cerca de 1% desses pacientes). Esta síndrome atinge com maior frequência indivíduos entre os 50 aos 70 anos de idade, sendo que dois terços dos pacientes são do sexo feminino.

As manifestações clínicas englobam:

  • Indisposição;
  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Perda de peso;
  • Palidez;
  • Rigidez, dor, deformidade e inflamação das articulações;
  • Infecções recorrentes, em decorrência da baixa contagem de neutrófilos;
  • Sensação de queimação dos olhos e/ou descarga ocular.

Fecha-se o diagnóstico quando estas três condições estão presentes: baixa contagem de neutrófilos (evidenciada pelo exame se sangue), artrite reumatoide (diagnosticada através do exame físico) e esplenomegalia (confirmada através de uma ultra-sonografia abdominal).

Não existe cura para esta patologia. O tratamento para pacientes com esta síndrome geralmente visa controlar a artrite reumatoide e podem necessitar de medicamentos imunossupressores. A esplenectomia pode levar à melhora de quadros graves de neutropenia.

Fontes:
http://www.medicinageriatrica.com.br/2007/02/01/sindrome-de-felty/
http://www.scielo.br/pdf/rbr/v47n4/a12v47n4.pdf
http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/spanish/ency/article/000445.htm

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Síndromes