Síndrome de Hamman-Rich

A Síndrome de Hamman-Rich, também conhecida como pneumonia intersticial aguda, trata-se de uma forma rara de pneumonia, de causa ainda desconhecida (idiopática).

Esta desordem, que foi descrita pela primeira vez em 1935 por Hamman e Rich, manifesta-se abruptamente e afeta indivíduos saudáveis que geralmente não apresentam histórico de doença pulmonar. Acomete igualmente indivíduos de ambos os sexos, com média de idade entre 50 a 55 anos.

Pacientes com pneumonia intersticial aguda apresentam quadro clínico semelhante ao da síndrome de angústia respiratória, exibindo as seguintes manifestações clínicas:

  • Dispneia;
  • Respiração rápida e superficial;
  • Estertores pulmonares;
  • Cianose;
  • Problemas cardíacos e neurológicos, devido ao longo período de baixa oxigenação.

A confirmação do diagnóstico da síndrome da Hamman-Rich geralmente é alcançada com tomografia computadorizada, biópsia pulmonar e testes que medem a função pulmonar.

O tratamento desta desordem visa prevenir a insuficiência respiratória completa, bem como manter o paciente estável até que a condição se resolva. Pode ser feita ventilação em caso de insuficiência respiratória e administração de corticosteroides.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Hamman-Rich
http://www.uptodate.com/contents/acute-interstitial-pneumonia-hamman-rich-syndrome

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.