Síndrome de Nodding

A síndrome de Nodding (termo de origem inglesa que faz alusão ao movimento para cima e para baixo com a cabeça) trata-se de uma doença pouco conhecida até o momento, que acomete quase que exclusivamente indivíduos entre 5 a 15 anos de idade.

Foi primeiramente descrita em regiões montanhosas da Tanzânia, no ano de 1962. Atualmente, esta desordem limita-se ao sul do Sudão, Tanzânia e no norte de Unganda.

A causa é desconhecida. Contudo, existe a hipótese de que seja resultado da infestação pelo parasita Onchocerca volvulus.

As manifestações clínicas desta doença são muito peculiares, incluindo atrofia completa e permanente dos membros, retardo mental, constantes convulsões, problemas de dicção, fraqueza muscular e estado similar a um transe durante as crises. Além disso, os indivíduos acometidos balançam a cabeça como se estivessem concordando com algo.

O diagnóstico é feito com base nas manifestações clínicas apresentadas pelos pacientes. Futuramente é possível que exames neurológicos de imagens sejam utilizados no diagnóstico desta síndrome.

Até o momento não há cura para este distúrbio. Deste modo, é feita somente a gestão dos sintomas, por meio do uso de medicamentos anticonvulsivantes, como valproato de sódio e fenobarbital.

Uma vez que esta moléstia é debilitante, tanto física quanto mentalmente, leva ao óbito dentro de aproximadamente três anos ou mais, embora haja relatos de recuperação total.

Fontes:
http://cievsrio.wordpress.com/2012/04/07/alerta-para-sindrome-de-nodding-doenca-misteriosa-afeta-desenvolvimento-mental-de-criancas-em-uganda/
http://en.wikipedia.org/wiki/Nodding_disease

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Síndromes