Európio

O európio é um metal de transição interna pertencente a família dos lantanídeos, apresenta uma cor cinza prateada, é duro e maleável e possui propriedades semelhantes a do chumbo, logo que exposto ao ar forma óxido de európio.

A descoberta do európio iniciou-se no ano de 1890 com o cientista Boisbaldran quando ele ao analisar uma amostra composta por samário e gadolínio, através de espectrometria observou um espectro diferente, o que levou Demarcay a pesquisar a origem do espectro, descobrir e isolar o metal no ano de 1901.

O európio recebeu este nome em homenagem ao continente europeu, até bem recentemente o európio ainda não tinha sido isolado em sua forma pura em virtude da dificuldade de separação do metal.

Propriedades Físico-Químicas do Európio

  • Símbolo Químico: Eu
  • Número atômico: 63
  • Massa Atômica: 152,0 g mol-1
  • Ponto de Fusão: 822 ° C
  • Ponto de ebulição: 1529° C
  • Densidade: 5,25 g/cm³
  • Estado Físico a 25ºC: Sólido
  • Nox: Eu+3
  • Configuração Eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d104p6 5s2 4d10 5p6 6s2 4f7

Quimicamente

O európio é o mais reativo dos lantanídeos, logo que exposto ao ar ele reage com o oxigênio formando óxido de európio, Eu2O3, reage violentamente com água e ácidos concentrados ou diluídos liberando energia e hidrogênio. Sua reação com a água é semelhante a do cálcio. Atualmente o európio é obtido através da reação de seu óxido com o lantânio. Até o presente momento não foi observado ação biológica do elemento, porém o cuidado em seu manuseio é indispensável por tratar-se de um metal com poucas propriedades conhecidas.

Além do oxido, o metal forma outros compostos como hidreto, nitrato, cloreto, sulfato, oxalato, carbonato, acetato e fluoreto segundo as reações:

Reação do európio com ácido sulfúrico:

2Eu(s) + 3H2SO4(l) Eu2(SO4)3(s) + 3H2(g)

Reação do európio com água:

Eu(s) + 3H2O(l) Eu(OH)3 + 3/2H2(g)

Ocorrência, Obtenção e utilização

O európio ocorre na monazita e bastnazita, podendo ocorrer também em outros minérios, porém é mais abundante nos minérios citados anteriormente. É obtido a partir da redução térmica sob vácuo do seu óxido com o lantânio metálico catalisado por tântalo. O európio não possui uso industrial atualmente porém, as pesquisas mostram que o metal possui propriedades de absorção de nêutrons e poderá ser utilizado em reatores nucleares, seus usos  são basicamente:

  • Dopagem de vidros e plásticos pra lasers;
  • Utilização com o fósforo vermelho em tubos de raios catódicos para televisores e laser de infravermelho, e na fabricação de cristal líquido para tela de computadores;
  • Utilização em alguns reatores nucleares como absorvedor de nêutrons.

Bibliografia:
http://www.metall.com.cn/euoh.htm

Jones, Loretta; Atkins, Peter Princípios de Química - Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente - 3 ª Ed-Porto Alegre:Bookman, 2006

http://www.lanl.gov

Arquivado em: Elementos Químicos