Almeida Garrett

Graduada em Letras - Literatura e Língua Portuguesa (UNIABEU, 2015)

João Batista da Silva Leitão de Almeida Garrett nasceu na cidade do Porto, em Portugal, no dia 04 de Fevereiro de 1799.

De descendência nobre, foi o segundo filho de Antônio Bernardo da Silva Garrett e Ana Augusta de Almeida Leitão.

Passou sua infância em Vila Nova de Gaia, propriedade de seu avô materno, José Bento Leitão, e com apenas 10 anos mudou-se com sua família para os Açores, a fim de fugir da invasão francesa à Portugal, e desde cedo manifestava inclinação pela literatura e pela política.

No ano de 1816, Garrett retorna a Portugal, e ingressa no curso de Direito na Universidade de Coimbra. No mesmo ano escreve seus primeiros poemas neoclássicos, reunidos posteriormente sob o nome de “Lírica de João Mínimo”.

Em 1821 conclui a Licenciatura, e publica o poema “Retrato de Vênus”, que lhe gerou um processo judicial. No ano seguinte foi nomeado secretário particular de Silva Carvalho, secretário de estado dos negócios do Reino.

Em 1823 foi exilado para a Inglaterra, por conta de sua participação na Revolução Liberal do Porto.

Em 1824, segue para a França, onde influenciado por Shakespeare, escreve poemas dentro do novo estilo. Já em Paris publica o poema “Camões” (1825), marco inicial do Romantismo de Portugal.

Entre 1828 e 1831, regressa à Inglaterra, devido o retorno do regime absolutista com D. Miguel, e em 1832, retorna ao Porto.

Entusiasta do teatro romântico português, desenvolve o patriotismo, além do gosto por momentos marcantes da história nacional.

No ano de 1838, começa a desenvolver uma campanha em favor da construção do Teatro Nacional D. Maria II, e da criação do Conservatório de Arte Dramática.

Garrett viveu intensamente na política, e em 1845 foi eleito deputado. Em 1851 recebeu o Título de Visconde. Em 1852 foi novamente eleito deputado, e por um curto período atuou como Ministro dos Negócios Estrangeiros.

Além da carreira política, também investiu no jornalismo, e na oratória parlamentar.

Dedicou-se a vários gêneros literários, mas recebeu maior destaque na poesia e no teatro.

Almeida Garrett faleceu em Lisboa, Portugal, no dia 09 de Dezembro de 1854.

Principais obras:

  • Um Auto de Gil Vicente
  • Viagens na Minha Terra
  • Frei Luís de Souza
  • Camões

Arquivado em: Biografias, Escritores