Andorra

O Principado de Andorra (Principat d'Andorra) é um país do sudoeste da Europa, localizado na cordilheira dos Pirineus, encravado em meio à fronteira de Espanha e França. Sua área é de 468 km², o equivalente a um município médio brasileiro, e sua população é de cerca de 84 mil habitantes.

País de vales estreitos e paisagens montanhosas, Andorra tem como capital a cidade de Andorra la Vella. A língua oficial é o catalão, e a maioria dos seus nacionais professa o cristianismo católico. Os andorranos são minoria em seu próprio país, pois compõem apenas 43% do total da população, sendo o restante de espanhóis, franceses e portugueses. A moeda local é o Euro, e a economia do principado gira em torno do turismo, seja recreativo ou de compras, devido às isenções de impostos em seu território, o que atrai consumidores da França e Espanha.

Apesar de longa independência, conquistada em 1278, a constituição local foi adotada apenas em 1993. O país é na verdade resquício de antigos domínios medievais, sendo que formalmente, seus chefes de estado são dois, os chamados "co-príncipes": o rei da França (hoje presidente da França) e o bispo de Seu d'Urgel, cidade espanhola da região da Catalunha.

Andorra é o último sobrevivente da Marca Hispanica, série de estados-tampão criados por Carlos Magno para conter o avanço muçulmano pela Europa cristã. De acordo com a tradição, o monarca teria concedido uma carta ao povo de Andorra como recompensa pela sua luta contra os mouros. Por volta de 800, Carlos, o Calvo fez do Conde de Urgel o suserano de Andorra. Mais tarde um de seus descendentes doaria as terras para a diocese de Urgel, ficando a cargo do bispo da cidade o controle do principado.

No século XI, temendo uma invasão pelos senhores vizinhos, o bispo colocou-se sob a proteção do Senhor de Caboet, nobre espanhol. Mais tarde, o conde de Foix, um nobre francês, tornou-se herdeiro da linhagem Caboet por meio do casamento, e assim surgiu uma disputa entre o conde francês e o bispo espanhol sobre Andorra.

O conflito é resolvido em 1278 por meio de uma paréage (tratado feudal de compartilhamento de soberania) e a soberania de Andorra é dividida entre o conde de Foix e o bispo de Urgel. Este documento dá ao pequeno estado seu território e forma política. Ao longo dos anos, a soberania transitou entre o governo francês e espanhol, até que o rei francês Henrique IV emitiu um edital em 1607 estabelecendo o chefe de estado francês e o bispo de Urgel como co-príncipes de Andorra.

O relativo isolamento de Andorra permitiu ao principado seguir de certo modo alheio em meio à história europeia, com poucos laços diplomáticos além dos mantidos com França e Espanha. A próspera indústria turística local e a evolução nos transportes e comunicações estão gradativamente levantando o país do seu tradicional isolamento.

Bibliografia:
Background Note: Andorra (em inglês). Disponível em: <http://www.state.gov/r/pa/ei/bgn/3164.htm>. Acesso em: 12 ago. 2012.

Arquivado em: Europa