Questões da prova UDESC 2016/1

Selecionamos as questões mais relevantes da prova de vestibular UDESC 2016/1. Confira!
* Obs.: a ordem e número das questões aqui não são iguais às da prova original.

Questão 41:

A Marcha da família com Deus pela liberdade:

“Movimento surgido em março de 1964 e que consistiu em uma série de manifestações, ou "marchas", organizadas principalmente por setores do clero e por entidades femininas em resposta ao comício realizado no Rio de Janeiro, em 13 de março de 1964, durante o qual o presidente João Goulart anunciou seu programa de reformas de base.”

Adap. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/Jango/artigos/AConjunturaRadicalizacao/A_marcha_da_familia_com_Deus acessado em: 12/08/2015.

Assinale a alternativa correta sobre a Marcha da família com Deus pela liberdade.


Questão 42:

Analise as proposições sobre a história da redução da maioridade penal no Brasil.

I. De acordo com a Constituição de 1988, a data para a maioridade foi estabelecida, pela primeira vez, em 18 anos de Idade.
II. Durante a União Ibérica nas Ordenações Filipinas a maioridade se dava aos 7 anos. A partir dessa idade era possível prender e castigar severamente quem cometesse determinados crimes, sendo previsto, inclusive, castigos corporais.
III. Conforme estabelecido pelo Código Penal de 1940, a idade da maioridade penal foi estabelecida em 18 anos de idade.
IV. A idade de 14 anos, para que alguém fosse julgado, foi instituída em 1830 pelo primeiro Código Criminal do Império.
V. O primeiro Código Penal Republicano de 1890 reduziu a maioridade penal para 9 anos de idade.

Assinale a alternativa correta.


Questão 43:

Haiti.

“Depois do terremoto de 2010, que matou 230 mil pessoas e deixou 1,5 milhão de desabrigados, 56 mil haitianos já emigraram para o Brasil, segundo o Ministério da Justiça. A maioria entra no país pelo Acre e segue de ônibus para os estados do Sul e do Sudeste."

Disponível em: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/07/imigrante-diz-que-muitos-brasileiros-consideram-haitianos-como-escravos.html acessado em: 12/08/2015.

Assinale a alternativa correta sobre os imigrantes haitianos instalados no Brasil.


Questão 44:

Analise as proposições sobre as populações indígenas na História do Brasil.

I. A escravidão indígena não vigorou porque as populações indígenas não possuíam vocação para a agricultura de grande escala, tal como a implementada pela metrópole portuguesa.
II. A contribuição indígena foi marcante em elementos do folclore, da culinária e da língua, e também no que diz respeito à organização social e econômica do Brasil.
III. Em Santa Catarina, a concentração de populações indígenas foi maior no litoral, em especial com a população Guarani, Xokleng e Kaingang. No interior do Estado houve um grande vazio populacional, o que motivou as políticas de incentivo à imigração europeia na região.
IV. O assassinato de lideranças indígenas, na contemporaneidade, possui vínculos com as lutas pela demarcação de terras indígenas.
V. No período da chegada dos europeus, no Brasil, as populações indígenas organizaram diversas expedições de luta e de resistência à invasão europeia, chegando a organizar uma grande confederação de povos indígenas do litoral do Rio de Janeiro e do Vale do Paraíba para expulsar os portugueses. Essa revolta ficou conhecida como Confederação dos Tamoios e contou com a aliança de lideranças indígenas com invasores franceses estabelecidos no Rio de Janeiro.

Assinale as alternativa corretas.


Questão 45:

Analise as proposições em relação à participação das mulheres na História do Brasil.

I. Dilma Rousseff foi a primeira mulher eleita a Presidente do Brasil. Foi militante de organizações políticas de luta contra a ditadura militar, tais como as organizações revolucionárias Política Operária (POLOP), o Comando de Libertação Nacional (COLINA) e a Vanguarda Armada Revolucionário Palmares (VAR-Palmares). Foi fundadora do Partido dos Trabalhadores e durante o governo Lula atuou como ministra da Fazenda, como Presidente do Conselho da Petrobrás e como Ministra-chefe da Casa Civil.
II. Chiquinha Gonzaga foi compositora, pianista e regente brasileira. É considerada a primeira “pianista de choro” no Brasil, e a primeira mulher a reger uma orquestra no país. Participou ativamente do movimento que lutava pela abolição da escravidão.
III. Pagu foi militante comunista, poeta, jornalista, desenhista e personagem de destaque entre os poetas modernistas do Brasil. Foi presa pela polícia política de Getúlio Vargas em 1931, por ter participado de uma greve de estivadores na cidade de Santos e presa em 1935, em Paris, como comunista estrangeira.
IV. Carolina de Jesus foi uma escritora negra brasileira proveniente das classes populares que alcançou grande prestígio nas letras. Publicou diversos livros, sendo Quarto de Despejo o mais famoso.
V. Antonieta de Barros foi professora, e a primeira mulher negra eleita ao cargo de governadora do Estado de Santa Catarina. Também atuou como jornalista e escritora, destacando-se na luta por uma política educacional mais igualitária e contra a discriminação racial.


Questão 46:

Analise o poema abaixo:

A um historiador

Vós que louvais o passado,
que tendes explorado a face exterior,
a superfície das gentes,
o lado da vida que se exibiu,
que tendes tratado o homem
como uma criatura de políticos,
agregados, governantes e pregadores,
eu, habitante dos Alegânis,
tratando-o tal como em si mesmo
é ele em seus próprios direitos,
tomando o pulso da vida que raramente se exibe
(o fundo orgulho do homem consigo mesmo),
Cantor da Pessoa Humana,
delineando o que ela ainda está por ser,
o que eu projeto é a história do futuro.

Whitman, Walt. Folhas de Relva. Seleção e tradução de Geir Campos. Ilustrações de Darcy Penteado. Ed. Civilização Brasileira. Rio de Janeiro, 1964. (tradução de Geir Campos)

Assinale a alternativa correta em relação ao poema A um historiador.


Questão 47:

Analise as proposições em relação aos registros sobre o protagonismo das populações negras contra a discriminação racial.

I. No Brasil, Abdias Nascimento é considerado uma das lideranças mais expressivas da juventude negra comunista, participou ativamente da luta armada contra a ditadura militar e foi o criador do Teatro Experimental do Negro (TEN) e do Movimento Negro Unificado (MNU).
II. Durante as décadas de 60 e 70, Steve Biko liderou o Movimento da Consciência Negra contra o apartheid na África do Sul. Ficou famoso pelo slogan Black is Beautiful.
III. As Panteras Negras foi um movimento negro norte-americano criado nos anos 60 do século XX. Os militantes desse grupo radical pediam a libertação de todos os negros das penitenciárias americanas, e o pagamento de indenizações às famílias negras pelo período da escravidão. O grupo teve orientação marxista e foi severamente reprimido pelo FBI. Entre as lideranças, merecem destaque Huey Newton e Bobby Seale.
IV. Nação do Islã foi uma vertente religiosa norte-americana de luta contra a discriminação racial, praticava a luta política por meios legais, mas aceitava a violência para autoproteção. O grupo defendia a supremacia e o separatismo dos negros. Seu principal representante foi Malcolm X.
V. Em Santa Catarina, a população negra só conseguiu se mobilizar com organizações de combate ao racismo a partir da militância antirracial de Cruz e Sousa em meados do século XIX.

Assinale a alternativa correta.


Questão 48:

Sobre a Revolta da Chibata, assinale a alternativa correta.


Questão 49:

A Lei do Ventre Livre foi uma lei abolicionista, promulgada, no Brasil, em 28 de setembro de 1871.

Sobre a Lei do Ventre Livre, assinale a alternativa correta.


Questão 50:

Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:B-29_Enola_Gay_w_Crews.jpg acessado em: 07/10/2015

Com base no conhecimento sobre a história do século XX, pode-se afirmar que a imagem fotográfica:


Páginas: 1 2 3 4 [5] 6 7