Questões da prova UFSC 2015

Selecionamos as questões mais relevantes da prova de vestibular UFSC 2015. Confira!
* Obs.: a ordem e número das questões aqui não são iguais às da prova original.

Questão 1:

Sobre as artes na antiguidade, é CORRETO afirmar que:


Questão 2:

Sobre o período conhecido como Idade Média, é CORRETO afirmar que:


Questão 3:

Protestos realçam divisão racial nos EUA

Os protestos pedindo justiça pela morte do adolescente negro Michael Rown, 18, assassinado com seis tiros pelo policial branco Darren Wilson, 28, estão tão “rachados” quanto a segregada comunidade entre brancos e negros.
Durante o dia, mesmo sob o sol de 35 ºC, famílias inteiras portam cartazes coloridos e levantam os braços aos gritos de “não atire” pelas calçadas da avenida West Flosissant, que corta a pequena Ferguson, de 21 mil habitantes, subúrbio de Saint Louis.

Folha de São Paulo, 10 ago. 2014. A10.

Sobre segregação, conflitos e defesa dos direitos de afrodescendentes, é CORRETO afirmar que:

 


Questão 4:

A peso de ouro

Mais do que um recurso natural. Mais do que um artigo de exportação. O que se descobriu em Minas Gerais depois de dois séculos de colonização foi fortuna em estado puro.

CARRARA, Angelo Alves. Revista de História da Biblioteca Nacional, nov. 2008. Dossiê Ouro.

Sobre a mineração na América portuguesa, é CORRETO afirmar que:


Questão 5:

Argélia tem equipe “francesa”

A Copa do Mundo no Brasil terá, ao todo, 85 jogadores defendendo países onde não nasceram. Só a Argélia é responsável por levar 18 jogadores nascidos em outro país – a França, país que mais cedeu atletas a outras seleções, com nove jogadores que se naturalizaram na Costa do Marfim, na Argentina, em Camarões e em Gana.
A naturalização é um caso antigo do futebol. O maior jogador da história de Portugal, Eusébio, nasceu em Moçambique. O caso dos argelinos é ligado à história do país. A maioria dos atletas nascidos na França é formada por filhos de argelinos que fugiram de seu país por causa das guerras e conflitos internos.
Segundo a presidente da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Carmen Rial, embora a França tenha uma política de integração, na prática, os laços com as origens étnicas dos argelinos são mantidos. “Esses imigrantes moram nos subúrbios e continuam com práticas religiosas, língua e costumes da Argélia”, disse.

Disponível em: <http://brasileconomico.ig.com.br/brasil/2014-06-16/argelia-tem-equipe-francesa.html> Acesso em: 15 set. 2014.

Sobre movimentos migratórios e integração, é CORRETO afirmar que:


Questão 6:

Sem chuva, interior de São Paulo vive pior seca em 70 anos

Caminho seco. As marcas nos pilares da ponte mostram o nível do rio antes da seca que castiga o interior paulista. O transporte hidroviário está parado há dois meses. (Foto de Marcos Alves)

ARAÇATUBA E PEDERNEIRAS (SP) – Não é apenas a capital paulista que vive a maior crise no abastecimento de água da sua história. O rico interior do estado de São Paulo enfrenta a pior seca dos últimos 70 anos. Não chove desde o final do ano passado. O Rio Tietê baixou em até oito metros na região de Araçatuba, a 467 quilômetros de São Paulo, interrompendo há dois meses o tráfego de barcaças na hidrovia Tietê/Paraná, uma das maiores do país, já que há lugares onde o rio está no nível zero. Com isso, não será possível escoar parte das seis milhões de toneladas de grão transportadas por ali anualmente.
A situação impede a navegação até de barcos de pescadores, agravando a crise social. Já foram demitidas três mil pessoas que trabalhavam na hidrovia na região entre Araçatuba e Barra Bonita, com 42 municípios.

Disponível em: <http://oglobo.globo.com/brasil/sem-chuva-interior-de-sao-paulo-vive-pior-seca-em-70-anos-13517020> Acesso em: 15 set. 2014.

Sobre o uso dos recursos naturais e sobre os impactos ambientais da ação humana ao longo da história, é CORRETO afirmar que:


Questão 7:

O campo de batalha é terrível. Há um cheiro de azedo, pesado e penetrante de cadáveres. Homens que foram mortos no último outubro estão meio afundados no pântano e nos campos de nabos em crescimento. As pernas de um soldado inglês, ainda envoltas em polainas, irrompem de uma trincheira, o corpo está empilhado com outros; um soldado apoia o seu rifle sobre eles. Um pequeno veio de água corre através da trincheira, e todo mundo usa a água para beber e se lavar; é a única água disponível. Ninguém se importa com o inglês pálido que apodrece alguns passos adiante.

BINDING, Rudolf Georg. Um fatalista na guerra. In: MARQUES, Adhemar et alii. História contemporânea através de textos. 11. ed. São Paulo: Contexto, 2005. p. 119.

Sobre a Primeira Guerra Mundial e seu contexto, é CORRETO afirmar que:

 


Questão 8:

Os criollos: uma elite contra os espanhóis

Instalados há várias gerações [...] numa terra que consideram sua, os criollos têm nas mãos as rédeas econômicas da América hispânica. Possuem imensas estâncias e rebanhos de escravos, detêm e desempenham cargos da advocacia e constituem, de modo compacto, o povo dos letrados, particularmente aberto às ideias do século.
Ora, por uma contradição interna, essa elite econômica e de inteligência, numa sociedade em que a presença do índio e do escravo negro confere a todo homem branco “um complexo de superioridade”, sofre com a exclusão da administração real e com a desconfiança que esta lhe manifesta.

CHAUNU. História da América Latina. 4. ed. São Paulo: Difel, 1979. p. 59.

A respeito do texto e dos movimentos de resistência e de independência na América hispânica, é CORRETO afirmar que:


Questão 9:

Trecho da carta-testamento de Getúlio Vargas

Disponível em: <http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/FatosImagens/GetulioVargas> Acesso em: 15 set. 2014.

O texto acima pertence à carta-testamento de Getúlio Vargas, morto há sessenta anos. Nesse documento, o ex-presidente relata seu sentimento sobre as pressões políticas sofridas à época e sua trajetória no comando do país. A respeito da carta-testamento e da conjuntura nacional e internacional durante os governos de Vargas, é CORRETO afirmar que:


Questão 10:

O Comício da Central do Brasil:
O presidente se compromete com a reforma agrária

A constituição atual, trabalhadores, é uma Constituição antiquada, porque legaliza uma estrutura socioeconômica já superada; uma estrutura injusta e desumana. O povo quer que se amplie a democracia, quer que se ponha fim aos privilégios de uma minoria; que a prosperidade da terra seja acessível a todos.

Discurso de João Goulart apud DARATIOTO, F. F. M.; DANTAS, J. De Getúlio a Getúlio: a democracia populista. São Paulo: Atual, 1991. p. 63-64.

Sobre o discurso de João Goulart e o contexto político do seu governo, é CORRETO afirmar que:


Páginas: [1] 2 3 4 5