Stardust (sonda)

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

A Stardust é uma sonda espacial da NASA que foi lançada em 1999 e retornou à Terra em 2006.

Stardust após seu pouso nos Estados Unidos. (Foto: NASA)

A NASA lançou há algum tempo um programa chamado de Programa Discovery, que consiste na construção de pequenas naves espaciais de pesquisa. Tais naves devem levar menos de 36 meses para serem construídas e devem ter um custo inferior a 190 milhões de dólares. Além disso, o custo total da missão deve ser menor que 299 milhões dólares. O econômico programa de pesquisa da NASA mandou ao espaço as missões Mars Pathfinder, Near Earth Asteroid Rendezvous e Lunar Prospector. A Stardust é a quarta missão integrante do programa.

Integrante de um programa que tem como fins promover a pesquisa espacial e obter dados científicos em missões de baixo custo, com tecnologia de ponta e que permitam continuidade em pouco tempo, a Stardust é a primeira missão dedicada exclusivamente a explorar um cometa em busca de material extraterrestre fora da órbita da Lua.

A Stardust é gerenciada pelo Laboratório de Jatopropulsão da Califórnia. No dia 7 de fevereiro de 1999, foi lançado a partir do Cabo Canaveral o foguete Delta II, que levou ao espaço a sonda Stardust com o objetivo de investigar o cometa Wild 2 e o asteróide Annefrank, além de recolher poeira interestelar que foi descoberta passando pelo Sistema Solar em direção da constelação de Sagitário.

Lançamento da sonda espacial

O cronograma da Stardust foi definido a partir do seu lançamento em fevereiro de 1999, passando pelas manobras com o auxílio da força gravitacional da Terra em janeiro de 2001, o encontro com o cometa Annefrank em novembro de 2002, o encontro com o cometa Wild 2 em janeiro de 2004 e o retorno à Terra em janeiro de 2006. Como a sonda utiliza pouca energia interna, as manobras são praticamente todas baseadas em ações da gravidade. Para alcançar seus objetivos, a sonda realizou três voltas em torno do Sol ao longo de sete anos no espaço.

A trajetória da Stardust foi otimizada para atingir quatro objetivos: interceptar o cometa Wild 2 com a menor velocidade possível, maximizar o tempo de coleta de poeira interestrelar, minimizar a quantidade de energia para escapar da gravidade da Terra e retornar à Terra com a velocidade mais baixa possível.

A Stardust foi produzida com alta tecnologia pela NASA para executar a primeira missão de investigação de cometas. Em sua parte dianteira havia um conjunto de três escudos destinados a proteger a mesma dos impactos com as partículas do cometa. Dois deles protegiam os painéis solares e o outro protegia o corpo principal da Stardust. Na parte traseira havia uma cápsula responsável pela coleta do material desejado. Para captura das amostras, a sonda utilizou uma substância chamada de aerogel para manter a integridade da amostra.

A sonda fazia uso ainda de quatro equipamentos. O Dust Flux Monitor Instrument que servia para contagem de partículas. A Navigation Camera era utilizada para orientar na navegação da Stardust e também para tirar fotos do cometa com imagens de alta resolução de seu núcleo. O Comentary and Interstellar Dust Analyzer obtinha a composição química das partículas. Já a Sample Return Capsule consistia em um sistema de navegação e pequeno pára-quedas.

A coleta de material teve início no dia 31 de dezembro de 2003. No dia 2 de janeiro de 2004, a sonda se aproximou do cometa Wild 2 e a coleta se estendeu até este dia. No dia 15 de janeiro de 2006, a sonda Stardust retornou à Terra para entregar o material recolhido em sua cápsula que pesava aproximadamente 57 Kg. O pouso se deu às 3 horas e 10 minutos da manhã no deserto do estado de Utah, Estados Unidos.

Acredita-se que o material recolhido pela sonda seja de uma época anterior à formação do Sistema Solar e também grãos remanescentes de sua constituição.

Uma curiosidade da Stardust é que ela levou ao espaço dois microships totalizando o nome de 1.160.000 pessoas que se inscreveram para vagar pelo espaço para sempre.

Fotos:
http://stardust.jpl.nasa.gov/photo/ksc990207.html
http://stardust.jpl.nasa.gov/photo/landing.html

Arquivado em: Exploração Espacial