Economia da Europa

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

A Europa é o segundo menor continente do mundo e um dos mais ricos. A riqueza europeia tem sua origem na Primeira Revolução Industrial, ocorrida em meados do século XVIII, possibilitada principalmente pelas relações com as colônias africanas e americanas, pelo comércio com países asiáticos e pela presença de ferro e carvão em abundância no subsolo europeu.

O século XX foi marcado pelo acontecimento das duas grandes guerras mundiais em solo europeu, o que fez com que a Europa perdesse para os Estados Unidos e Japão a primazia na atividade industrial. O medo de outra grande guerra e a perda dessa primazia levaram os países europeus a fundarem acordos de livre comércio que culminaram na criação da União Europeia (UE), uma comunidade de países onde não existem barreiras à circulação de mercadorias nem de pessoas, com uma moeda única. A UE hoje é a maior responsável pelo comércio global, detendo 16,4% de todas as transações de mercadorias no mundo.

Agricultura e pecuária

O setor primário, agropecuária e extrativismo, é o que menos contribui para economia europeia, sendo responsável por absorver cerca de 5% da força de trabalho. A estrutura agrária da Europa possui um grande número de propriedades familiares, cerca de 90% das unidades agrícolas utilizam mão de obra familiar. Outro importante fator desse setor é a grande quantidade de subsídios oferecidos aos agricultores, na tentativa de tornar a agricultura europeia mais competitiva e manter a Europa autossuficiente em alguns produtos agrícolas. A agropecuária sofreu um intenso processo de mecanização, aumentando a capacidade produtiva. Os principais produtos são o trigo, na França e Ucrânia, a cevada, no limite com os bosques setentrionais, e o centeio, em alternância com a batata, em solos arenosos. Na área do mediterrâneo encontramos o cultivo de oliveiras e videiras, azeite e vinho, respectivamente, além do cultivo de frutas e legumes. A pecuária é praticada empregando alta tecnologia, principalmente nos países nórdicos e baixos, com rebanhos bovinos para consumo da carne e derivados do leite, e suínos. A pesca tem alguma importância nos países da Escandinávia, Portugal e Espanha. As espécies mais comuns são o bacalhau, atum e sardinha. O petróleo é o produto mais importante para o extrativismo, sendo encontrado no mar do Norte e na Rússia.

Indústrias

Porto de Rotterdam, Holanda. A Europa é um grande importador e exportador de produtos industrializados. Foto: Aerovista Luchtfotografie / Shutterstock.com

O setor secundário, indústria, já foi o mais importante da Europa, mas perdeu importância frente ao setor terciário, de serviços e comércio. Ainda assim, a Europa apresenta uma indústria forte, principalmente na região centro-ocidental, focada na produção de bens de consumo. Os países com maior importância industrial são Alemanha, França, Inglaterra e Rússia. A indústria europeia é bem diversificada e muito competitiva, apesar de perder a liderança para os EUA, Japão e mais recentemente, para a China. Os principais setores são o de metalurgia, siderurgia, química e petroquímica, elétrica e eletrônica, energia, com grande foco em energias renováveis, desenvolvimento e tecnologia, transportes e bens de consumo compostos principalmente por carros, celulares, ótica, alimentação, têxtil e de moda.

Serviços e comércio

O setor que mais contribui para economia europeia é o terciário. A transição do setor secundário para o terciário é comum em países desenvolvidos, já que muitos desses países terceirizam suas fábricas para países com mão de obra mais barata. A terceirização, somada à alta mecanização das fábricas, fez com que o número de empregados do setor secundário caísse. O poder de compra da população europeia também contribuiu para o fortalecimento do setor terciário. Nesse setor, podemos citar os transportes, os bancos, os serviços de internet, o comércio, tanto interno como de importação e exportação e o turismo, que tem um grande peso nos ganhos desse setor.

O turismo na Europa atrai milhões de visitantes todos os anos. Foto: Andrey Yurlov / Shutterstock.com

Fontes:
http://ec.europa.eu/agriculture/rural-area-economics/briefs/pdf/08_en.pdf
http://pt.slideshare.net/SoudoCriador/geografia-continente-europeu-populao-e-economia
https://europa.eu/european-union/about-eu/figures/economy_pt#medir-a-economia-da-ue
http://f1colombo-geografando.blogspot.com.br/2012/04/economia-europeia.html
http://nonohelio.blogspot.com.br/2013/06/unidade-3-tema-3-economia-europeia.html
http://geografia-ensinareaprender.blogspot.com.br/2014/03/setor-primario-da-economia-na-uniao.html

Arquivado em: Europa