Megiddo

Significativo caminho percorrido pelos povos da era antiga, Megiddo é uma tel ou colina composta de 26 estratos de vestígios de cidades ancestrais, localizada em Israel, próximo a Megido atual. Antigamente esta região constituía considerável cidade-estado e era vista como um ponto ideal para a conflagração de confrontos campais, pois oferecia necessário suporte de água, hospedagem e trechos adequados para a movimentação de soldados.

Neste recanto Josias, monarca israelita, debalde lutou, em 609 a.C., contra o Faraó Neco II, que se deslocava para a Mesopotâmia, atendendo a um pedido de auxílio do soberano da Assíria, seu companheiro de lutas. O rei de Israel perece na batalha, ao lado de seus arqueiros.

Esta cidade, também denominada Tel Megiddo pelos judeus e Tell al-Mutesellim pelos árabes, tem um grande significado não só histórico e geográfico, mas também teológico, pois segundo determinadas visões das Sagradas Escrituras, aí se desenrolará o Armagedom, ou seja, a luta final entre os exércitos de Cristo e as tropas comandadas por Satanás ou pelo Anti-Cristo, após o cumprimento das previsões bíblicas relativas ao Fim dos Dias.

A Megiddo bíblica está profundamente ligada à expressão ‘Armagedom’, que tem sua origem no vocábulo grego ‘Har-Magedone’, que não coincidentemente tem o sentido de Monte Megiddo, o vale não precisamente localizável onde se desenrolará, segundo interpretações das previsões do Apocalipse, o futuro conflito protagonizado por Deus, que eliminará seus inimigos, comandados pelo anticristo. Esta passagem pode ser conferida no Apocalipse 16:16; 20:1-3 e 7-10.

Os sionistas cristãos são os que mais cultivam esta crença, e a manipulam para exercer o poder no Oriente Médio, estimulando, desta forma, a instabilidade já característica desta região, alimentando ainda mais os confrontos sangrentos que abalam este território. De acordo com suas convicções, os muçulmanos são os inimigos que devem ser combatidos, ao lado de quem não se alie aos exércitos de Jesus; assim, milhões de soldados integrarão este combate, uma vez que todos os países unirão esforços para se opor ao Cristo.

Como não há montanha alguma com a denominação Megiddo, supõe-se que a área do combate seja o campo repleto de montes em volta da planície de Megiddo, localizada mais ou menos a sessenta milhas ao norte de Jerusalém. Muitas guerras aí já se desenrolaram, e o vale é célebre por pelo menos duas delas, nas quais Israel obteve a vitória – contra os cananitas e a de Gideão, que se sobrepôs aos Midianitas.

Com sua conotação apocalíptica, Armagedom já ganhou conotação geral, a qual lhe atribui o sentido de ‘fim do mundo’, não apenas de confronto final em Megiddo. A cidade moderna foi declarada, em 2005, Patrimônio Mundial da Unesco, ao lado de Hazor e Beer-Sheba.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Megido
http://www.gotquestions.org/portugues/batalha-do-Armagedom.html
http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/2174269

Arquivado em: Israel