Sinédoque

Graduação em Letras Português e Inglês (Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2010)

A sinédoque é uma figura de linguagem semelhante à metonímia. Ela se caracteriza pela substituição de um termo por outro e indica a parte mais restrita pela mais extensa, o todo, ou o todo pela parte. Sendo assim, podemos dizer que a Sinédoque é uma figura de inclusão em que ocorre substituição da parte pelo todo, ou vice-versa. Em exemplos práticos, é o que acontece com: chaminé pela fábrica, o telhado pela casa, o singular pelo plural, a substância pelo produto, a nação pelo governo, o gênero pela espécie.

Abaixo, alguns exemplos de Sinédoque:

Nunca tive um teto para me abrigar. – teto como representação da casa

O aluno deverá manter o silêncio na biblioteca. – aluno como representação de todos os alunos.

Quanto mais o Homem constrói, mais o Homem destrói. – o homem como representação dos seres humanos

O país é analfabeto. – o país como representação de todas as pessoas do país

O Brasil jogou bem nas olimpíadas. – o Brasil como representação do time brasileiro

Ao cair da tarde, o bronze soa triste. – o bronze como representação do sino.

Ele era o Judas da turma. – o Judas como representação do traidor.

A juventude é corajosa e destemida. – a juventude como representação dos jovens.

O maior fazendeiro de Goiás possui mais de 50 mil cabeças de gado. – as cabeças de gado como representação de bois.

Muitos autores dizem que a Sinédoque é um tipo de Metonímia. Alguns defendem a Sinédoque como uma relação quantitativa entre o significado usual da palavra e seu conteúdo criado na mente, ocasionando na redução ou ampliação. Já na metonímia, dizem que acontece uma relação qualitativa entre os termos, havendo assim, contiguidade entre eles. Para se tornar melhor a compreensão, abaixo as metonímias mais comuns:

  • Substituição do conteúdo pelo continente, como em beber taças de vinho.
  • Substituição do nome da obra pelo nome do autor, como em ler Machado de Assis.
  • Substituição do nome do produto pelo nome da marca do produto, como em beber uma Brahma ou comprar uma Gillette.
  • Substituição da causa pelo efeito, como em lançara morte sobre o animal.
  • Substituição do concreto pelo abstrato ou vice-versa, como em ele tem grande coração (tem grande bondade) ou ela o afagava com sua mocidade (seus braços de mulher jovem).

Arquivado em: Linguística, Português