As Irmãs - conto de James Joyce

O conto "As Irmãs", de autoria do escritor irlandês James Joyce, faz parte de uma série de pequenas histórias que foram publicadas com o título de Dublinenses. Apesar da publicação do livro ter acontecido em 1914, dez anos antes, este conto fora publicado por um jornal da Irlanda chamado Homestead. As Irmãs foi o primeiro trabalho de ficção de James Joyce.

No conto, é retratada a relação do padre Flynn, que se encontra doente, e um garoto que não tem o nome revelado pelo escritor. Liberado de seus deveres referentes ao sacerdócio, o padre torna-se mentor do garoto e, desta forma, assume deveres de um padre da religião católica.

No começo do conto, Joyce descreve o garoto observando o padre em seu leito, aguardando a morte. Depois, enquanto janta, o jovem é chamado por seus familiares que o avisam que o padre acabava de morrer. Essa conversação é focada no relacionamento do garoto com o padre. Durante a noite, o menino não consegue dormir direito, pois sua mente cria imagens assombrosas do padre, o que faz com que ele queira fugir para uma terra desconhecida. No outro dia, ele tem acesso a um anúncio onde estava publicado o falecimento do religioso. Atônito, o jovem caminha e pensa sobre a relação que tinha com o sacerdote.

Ao final do conto, o menino e sua tia vão fazer uma visita às irmãs Nannie e Eliza, que eram ligadas ao padre. As irmãs lhes oferecem bebidas e comidas e começam a conversar. Então, é feita uma revelação de que o padre morreu após um copaso mental que o fez quebrar um cálice de forma acidental. Após essa informação, é encerrado o diálogo.

De acordo com os críticos literários, o personagem do padre Flynn é uma representação do catolicismo irlandês. A data da morte do padre faz referência ao dia da festa do preciosíssimo sangue de Nosso Senhor, 1º de julho. No caso do ano, 1895, a referência é a respeito do centenário de Maynooth, um seminário católico de extrema importância na Irlanda.

No que se refere à paralisia que leva o padre à morte, é um símbolo da paralisia que acometia a Igreja Católica e o efeito de seus dogmas sobre o povo irlandês. James Joyce apresenta essa mesma temática em outra de suas obras, “O Retrato do Artista Quando Jovem”. Outro ponto de destaque em "As Irmãs" é sobre o garoto, que mesmo após ser libertado do padre, não consegue fugir de seus ensinamentos.

Fontes:
JOYCE, James. “Dublinenses”. 4 ed. Tradução Hamilton Trevisan. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1992.
http://pt.wikipedia.org/wiki/As_Irm%C3%A3s
http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/viewFile/5189/4614
http://anicabitten.wordpress.com/2012/06/16/dublinenses-james-joyce-2/

Arquivado em: Contos