Hiena

Graduada em Ciências Biológicas (USU, 2009)

A hiena-malhadaCrocuta crocuta – é a maior representante dentro do grupo das hienas. De maneira geral é um mamífero carnívoro que se alimenta de restos de animais, animais em decomposição e caça de outros carnívoros. São encontrados nas regiões de savana no Centro e no Sul da África e alguns países da Ásia. Pertencem a família Hyaenidae que já chegou a ser formada por 24 espécies diferentes e atualmente é formada por poucas espécies de hienas. As variações mais atuais seriam:

  • Hiena-malhada – Nome Científico: Crocuta crocuta
  • Hiena-riscada – Nome Científico: Hyaena hyaena
  • Hiena-castanha – Nome Científico: Hyaena brunnea
  • Hiena-gigante ou hiena-de-cara-curta – Nome Científico: Pachycrocuta brevirostris (Extinta)

A hiena é um caçador de hábitos noturnos que vive em grupos estáveis, chamados de clãs, formados por fêmeas residentes que também lideram o grupo, seus filhotes e machos imigrantes que surgem e ficam por um tempo ou na época do acasalamento. Geralmente os filhotes machos que nascem no clã vão embora do grupo ao entrar na puberdade, por volta dos 2 anos de idade, e as fêmeas permanecem no grupo de origem e recebem de suas genitoras a sua classificação social no grupo.

Hiena (Crocuta crocuta). Foto: Vladimir Wrangel / Shutterstock.com

As hienas fêmeas são mais agressivas que os machos e também mais pesadas. Em um mesmo clã as fêmeas dominam os machos durante a alimentação, a caça e na maioria das situações sociais no grupo. A demarcação de território é realizada tanto pelo macho quanto pela fêmea, em ambos os casos eles defecam e arranham o solo e através da liberação de uma quantidade de secreção que saem pelas glândulas anais e deixam um forte odor em plantas no meio ambiente.

As principais características externas notadas no animal são: pode chegar a medir mais de 1,5 metro contando com a cauda, pesar em torno de 70-80 kg, o corpo é recoberto por pelos curtos ou longos dependendo da espécie, sua pelagem varia entre tons de castanho-claro e castanho-escuro, as orelhas geralmente são arredondadas, mas algumas espécies apresentam orelhas pontiagudas. As patas traseiras são mais curtas que as frontais o que promovem um deslocamento único no animal, assemelhando a um mancar.

Hiena da espécie Hyaena hyaena. Foto: Ondrej Chvatal / Shutterstock.com

O processo reprodutivo para ser satisfatório depende muito das fêmeas, pois estas apresentam um pseudo-pênis que na verdade é um clitóris estendido e por serem muito agressivas o macho ao corteja-la deve ter certeza das intenções da fêmea antes de se aproximar para que não morra no processo. O acasalamento acontece quando a fêmea retrai seu clitóris para a penetração do pênis, além disso, os machos ficam verticalmente nas fêmeas necessitando da ajuda delas para a penetração. A gestação dura de 98-110 dias e nascem geralmente 2 filhotes, podendo chegar a 4 filhotes.

As hienas realizam papel fundamental no âmbito ecológico. Ao se alimentarem das carcaças elas aceleram o processo de decomposição do animal impedindo a contaminação de corpos d’água e a multiplicação de insetos que se proliferem na carne pútrida. Com isso, um número menor de artrópodes se desenvolve. Além disso, quando não encontram a carniça, roubam a caça de outros carnívoros como leões, afetando diretamente na sobrevivência deste grandes felinos e os obrigando a caçarem novamente, o que também controla a população de gnus, impalas etc.

Bibliografia:

RETIEF, F. 2016. The ecology of spotted hyena, Crocuta crocuta, in Majete Wildlife Reserve, Malawi. Department of Conservation Ecology and Entomology at Stellenbosch University.

WOODMANSEE, K.B. et al. 1991. Scent Marking (Pasting) in a Colony of Immature Spotted Hyenas (Crocuta crocuta): A Developmental Study. Journal of Comparative Psychology, vol. 105, nº1, 10-14.

Arquivado em: Mamíferos