Teseu

Herói grego ateniense, Teseu era filho de Egeu e Etra, seu nome significa "o homem forte por excelência". É o maior herói de Atenas e um dos maiores heróis gregos.

Estátua de Teseu. Foto: Brigida Soriano / Shutterstock.com

Estátua de Teseu. Foto: Brigida Soriano / Shutterstock.com

Os fatos surpreendentes que marcam sua vida vêm desde sua infância, pois Egeu recomendou a Etra que só revelasse ao menino a identidade do pai quando ele fosse capaz de levantar uma pesada rocha sob qual Egeu escondera sua espada. O menino nasceu forte e sua força a todos surpreendia, por isso Etra revela ao jovem, com apenas 16 anos, e ele realiza a façanha e vai ao encontro do pai.

Chegando a Atenas, Teseu revela-se ao pai, que só é capaz de reconhecê-lo porque o jovem trazia consigo a espada que fora escondido por Egeu.

O encontro ainda tentou ser impedido por Medeia, feiticeira e esposa de Egeu, que tentou influenciar o marido a envenenar Teseu, já que este se mostrara com grande força e ao longo do caminho a Atenas matou vários salteadores e bandidos. Mas, logo que Egeu reconheceu a espada que o filho trazia, Medeia fugiu temendo um castigo.

Contudo, a maior façanha de Teseu, certamente, é o combate com o Minotauro.

Nessa época, Atenas pagava um pesado tributo a Creta. Anualmente, Atenas enviava jovens que deveriam ser levados a Creta para serem colocados no labirinto e serem devorados pelo monstro, que era um homem com a cabeça de touro.

Teseu, quando soube do que acontecia, fez questão de ser um dos jovens enviados a Creta, a fim de vencer o monstro e libertar Atenas. O rei Egeu concordou, mas preocupado com o retorno do filho, pediu-lhe um sinal, que se tudo corresse bem, o navio deveria voltar com velas brancas, mas caso contrário, as velas voltariam negras.

Logo ao chegar em Creta, Teseu conhece Ariadne, filha de Minos e Pasíafe, que se apaixona pelo herói. Temendo a morte do amado, Ariadne dá a ele um novelo de fio para marcar o caminho de volta do labirinto, assim, logo que combatesse com o monstro, poderia voltar pelo caminho sem se perder.  E assim aconteceu. Teseu mata o monstro e volta do labirinto a salvo.

Na volta, porém, algumas versões contam que Teseu abandonou Ariadne, que foi recolhida e feita esposa do deus Dionísio, outras versões contam que a jovem desapareceu. Contudo, o sinal pedido pelo rei Egeu foi esquecido, e o herói volta a Atenas com as velas do navio negras. Ao avistar de longe o navio de regresso, Egeu fica tão desesperado que se lança ao mar, do alto da acrópole. Por isso, o mar Egeu recebe o nome do rei.

Teseu, então, torna-se rei de Atenas, mas, a partir daí, as narrativas são muito diferentes umas das outras sobre esse período de sua vida. Muitas histórias ficaram sem detalhes, por exemplo, sobre o envolvimento em uma guerra com o lendário reino das Amazonas. Só sabemos que os atenienses venceram a guerra e Teseu se casou com Antíope (ou Hipólita), a rainha das amazonas, com quem teve um filho, Hipólito.

Fontes:
KERÉNYI, C. Os Heróis Gregos. Trad. O.M. Cajado. São Paulo: Cultrix, 1993.
VERNANT, J.-P. O Universo, os Deuses, os Homens. Trad. R.F. d'Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

Arquivado em: Mitologia Grega