Nevus Sebáceo de Jadassohn

O nevus sebáceo de Jadassohn é um hamartoma circunscrito, comumente presente desde o nascimento, afetando couro cabelo, face e pescoço. Foi descrito pela primeira vez por Jadassohn, no ano de 1895.

Esta lesão pode ser linear ou oval, variando de 1 a 10 cm, caracterizando-se por uma placa levemente elevada que, durante a adolescência, torna-se papilomatosa em decorrência das alterações hormonais ocorridas nessa fase.

Em 10 a 15% dos casos, a lesão evolui para a malignidade, especialmente durante a adolescência ou idade adulta. Em raros casos torna-se maligno antes dos 5 anos de idade. A neoplasia mais comum nesse caso é o carcinoma basocelular. Deve ser estabelecido o diagnóstico diferencial com nevus epidérmico e aplasia cutis.

O tratamento de eleição é a ressecção cirúrgica desta lesão.

Fontes:
http://www.dermis.net/dermisroot/pt/21638/diagnose.htm
http://www.emmanuelfranca.com.br/doencas/doencas_nevo_sebaceo.html

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Neoplasias