Gado Indubrasil

O Indubrasil foi a primeira raça Zebuína formada no Brasil por criadores do Triângulo Mineiro. É resultado do cruzamento da raça Gir, Guzerá e, em menor proporção, da Nelore. Inicialmente, recebeu o nome de Induberaba, sendo reconhecido posteriormente o nome de Indubrasil, pela Sociedade Rural do Triângulo Mineiro.

Características Raciais

Possuem pelagem de coloração que varia do branco ao cinza, nas diferentes tonalidades, entre elas destacando-se a fumaça e a azulega. Nos machos, as extremidades geralmente são mais escuras; os pelos são finos, curtos e sedosos; a vassoura da cauda é preta.

Possuem cabeça grande, relativamente comprida, porém proporcional ao corpo, com perfil subconvexo e a fronte de largura mediana e levemente saliente, podendo apresentar ligeiras saliências da marrafa “nimbure”; o chanfro é largo no macho e nas fêmeas é mais comprido e estreito; os chifres são escuros e simétricos, possuindo tamanho médio, saindo para fora, para trás e para cima, dirigindo-se em seguida para dentro com as pontas rombudas e convergentes; as orelhas são longas, pendentes, largas, com as pontas arredondadas e a face interna do pavilhão voltadas para frente; os olhos ao elípticos, de coloração escura e protegidos por rugas da pele; cílios longos e pretos; espelho nasal preto e largo.

O corpo deste animal é comprido, o tronco é profundo, longo, coberto por boa musculatura; as espáduas são musculosas e mais altas do que o dorso; o pescoço é médio e grosso, bem musculoso, com barbela, desenvolvida, solta e flexível, estendo-se até o umbigo; dorso e lombo são moderadamente compridos, retos, com boa cobertura muscular desde a cernelha até a anca; o peito é profundo, sendo bem coberto por músculo e gordura; a giba é bem desenvolvida, possui formato de castanha de caju, nos machos, apoiada sobre a cernelha; tórax amplo e profundo; costelas compridas, arqueadas com ótimo revestimento muscular; flancos profundos; umbigo é mais comprido nos machos; ancas bem afastadas e moderadamente salientes; garupa larga e comprida; cauda inserida harmoniosamente, comprida e fina, com a vassoura preta; membros anteriores são compridos, fortes, bem musculosos e afastados; espáduas oblíquas e compridas; membros posteriores compridos, musculosos; nádegas volumosas,; cascos médios e bem conformados, de coloração escura; a bolsa escrotal possui pele fina e bem fexível; testículos móveis e simétricos; vulva de coloração escura; úbere de grande volume, com tetos médios ou grandes.

Aptidão

Esta ração tem aptidão para carne e tem sido utilizada em programas de cruzamento com muito sucesso. Possui grande rusticidade, o que permitiu sua expansão por todo o território brasileiro.

Características indesejáveis da raça:

  • Cabeça muito grande, pesada e assimétrica;
  • Prognatismo;
  • Perfil retilíneo, convexo ou ultra-convexo;
  • Fronte com sulco ou depressão muito pronunciada;
  • Chanfro com desvios, depressão ou convexidade;
  • Chifres móveis, com predominância da cor clara;
  • Cílios brancos;
  • Orelhas curtas ou extremamente longas;
  • Lábio leporino;
  • Pescoço muito largo nos machos;
  • Barbela reduzida;
  • Peito com pequena profundidade;
  • Giba reduzida, mal conformada ou tombada para um dos lados;
  • Dorso e lombo arqueados, muito longos ou curtos;
  • Tórax pouco profundo;
  • Costelas curtas e pouco arqueadas;
  • Garupa curta, estreita ou caída;
  • Cauda mal inserida e vassoura de coloração clara;
  • Membros muito compridos ou com aprumos defeituosos;
  • Cascos brancos ou rajados;
  • Criptorquidismo ou monorquidismo;
  • Bainha longa;
  • Prepúcio relaxado;
  • Bolsa escrotal sem pigmentação e extremamente longa;

Fontes:
http://www.abcz.org.br/site/tecnica/racas/ind.php
http://www.indubrasil.org.br/index.php
http://www.fenagro.com/fotosdivulgacao/INDUBRASIL.pdf
http://www.dzo.ufla.br/ca/informacoes/Bovinos/INDUBRASIL.htm
http://www.braziliancattle.com.br/?associadas/indubrasil/index

Arquivado em: Mamíferos, Pecuária